Ontem a noite pensando em o que levar além do tinto para o tradicional jantar de sexta com amigos, lembrei desse vinho doce da Salton que tinha comprado á poucos dias por “29,00″reais. Meu único erro foi não ter levado as cegas, que evitaria algum preconceito, já que na mesa estavam enófilos com referências muito exigentes que foi apurada com Tokaji, Sauternes & Cia ltda.

Tentei extrair de todos na mesa o máximo de suas opiniões pessoais.

Um questionamento foi se houve “Chaptalização”, adição de açúcar de cana ou beterraba ao mosto a fim de elevar o teor alcoólico do vinho.

Mais o site da vinícola fala que é elaborado com uvas selecionadas dos melhores vinhedos da vinícola, em perfeito estado de sanidade e madurez. O mosto é extraído, clarificado e fermentado parcialmente em barricas de carvalho e alcoolizado com álcool vínico. Permanece em contato com suas leveduras durante um ano. Sendo então um vinho Fortificado.


Bom, mais o final da história houve uma unanimidade sobre a qualidade final do vinho. Mostrou um visual muito bonito, ouro brilhante, aromas de jenipapo, milho verde, pamonha, amêndoas e cevada. Na boca mostrou uma boa untuosidade, acidez um pouco apagada pelo seu dulçor, álcool não aparente, retrogosto amendoado que persiste em boca por longo tempo. Gostei muito desse vinho, ainda mais com esse preço. Recomendo a todos fazer o teste e se possível comentar aqui sobre a experiência pessoal.

Brasil – Salton – 100% Chardonnay – Temperatura de consumo 6°- 8° – 15% alc – 500ml – ST(91+) – Aonde encontrar em Vitória-ES: Supermercado Carone R$29,00