A acidez é um dos principais qualidade do vinho para a harmonização. Um vinho com pouca acidez fica limitado frente a variedade de pratos.

Comidas com ingrediendes ácidos pedem vinhos com acidez elevada. É o caso do do molho de tomate. Então, pratos italianos com tomate normalmenteharmonizam bem com um Chianti.

Outro papel relevante da acidez do vinho é contrastar com gordura e doçura. Lembrem que aperitivos gordurosos, como salaminho e frituras, pedem um limão espremido. A acidez do vinho fará o papel do limão.

A adstringência provocada pelos taninos contrasta muito bem com gorduras e com a suculência (de uma carne mal passada, por exemplo).

É incompatível com peixes, ovos, diversos tipos de queijos e o salgado intenso. Se usar vinho tinto com estes pratos, procure os mais pobres em tanino.