Já dizia Nelson Rodrigues: “Por complexo de vira-lata entendo eu a inferioridade em que o brasileiro se coloca, voluntariamente, em face do resto do mundo. O brasileiro é um narciso às avessas, que cospe na própria imagem….”

Com o vinho não é diferente, inclusive acho até pior. Em qualquer bate papo nossos caldos são colocados de lado. A discussão é longa, com o blá, blá, blá de sempre. Por isso, nas degustações coloco às cegas no meio de vinhos de outros países e sempre surpreende.

Na minha opinião os vinhos brasileiros estão melhorando muito. Nos últimos 20 anos aconteceu uma verdadeira revolução vitivinícola, o que nos colocou no mapa do mundo. Reconvertemos nossos vinhedos, investimos no conhecimento dos nossos enólogos, dos empresários, em maquinário, barricas, resultando em uma grande modernização de nossas vinícolas.

Feito exclusivamente com a uva Merlot, a principal do Vale dos Vinhedos (RS), o Pizzato DNA 99 Single Vineyard Merlot 2011 é um exemplo da grande qualidade que o vinho brasileiro pode alcançar. Um vinhaço que amadurece por cerca de um ano em barricas novas de carvalho francês e tem sua produção limitada a 5.400 garrafas, todas numeradas. Na taça apresenta um aroma encantador, com toques de chocolate, café, além de frutas e especiarias. Paladar tem grande concentração, mas mantendo a elegância com uma textura aveluda, acidez viva e longo. Por que tal discriminação? (ST 95/100 pontos). R$ 180 – Em Vitória é encontrado no Ok Hipermercado.