Amigos na noite de sexta feira decidi abrir este belo vinho. O kai é da vinícola Errazuriz, feito com 88% Carmenère, 7% Petit Verdot e 5% Shiraz ,da região do Vale do Aconcagua, no Chile. Este vinho surpreendeu em recente degustação de Berlin em N.Y ficando em primeiro lugar a frente de ícones do mundo. Veja a lista dos participantes na prova:

1. Errázuriz KAI 2006 (* E.U. $ 80)
2. Opus One 2006 (E.U. $ 160)
3. Chateau Haut-Brion 2006 (E.U. $ 500)
4. Don Maximiano Errázuriz 2006 (* E.U. $ 90)
5. Chateau Lafite Rothschild 2006 (E.U. $ 1000)
6. Errázuriz Syrah La Cumbre 2006 (* E.U. $ 80)
7. Seña 2006(* E.U. $ 100)
8. SLV Stag’s Leap 2006 (E.U. $ 70)
9. Chadwick Vinedo 2006 (E.U. $ 180) (Empate)*
9. Sassicaia 2006 (E.U. $ 160) (gravata)

É realmente é um vinhaço. Achei que seria um vinho enjoativo como um carmenére comum, mais me surpreendeu pela elegância, estrutura. ST(95)

O Chef Vinicius do restaurante Vero preparou dois pratos para harmonizar e deu certo estava dos deuses.


Berinjela gratinada


Filet ao Brie com penne cremoso

Produtor: Errazuriz
País: Chile
Região: Vale do Aconcagua
Safra: 2006
Tipo: Tinto
Volume: 750 ml
Uva: 88% Carmenère, 7% Petit Verdot e 5% Shiraz
Vinhedos: Vinhedos selecionados, localizados na região do Vale do Anconcagua.
Vinificação: Fermentação tradicional em tanques de aço inoxidável com controle de temperatura (26 a 30ºC) durante, aproximadamente, 25 dias.
Maturação: Permanece 16 meses em barricas de carvalho sendo 80% francês e 20% americano.
Temperatura de Serviço: 16 a 18ºC
Teor Alcoólico: 14,5%
Corpo: encorpado
Sugestão de Guarda: de 5 até 10 anos
Combinações: Carnes vermelhas, cogumelos, massas

Preço: 280,00