Matéria publicada originalmente na coluna Vivendo a Vida | Caderno C2 + Prazer & Cia | Jornal A Gazeta

Qualidade e Preço! Você tem alguma dúvida que essas palavras têm tudo a ver com o mundo dos vinhos? Eu não. Não é preciso ser um profissional, sommelier, por exemplo, para fazer uma compra inteligente. Porém, prestar atenção nas características de cada vinho é fundamental. Acertar na compra de um vinho caro é fácil. Difícil é escolher os melhores rótulos entre todos aqueles que encontramos nas prateleiras de lojas e supermercados.

Nos dias 24 e 25 de julho, aconteceu em Vitória a 7ª edição do Expovinhos, que colocou o Espirito Santo no centro das atenções do cenário vínico brasileiro e mundial. Além de reunir apreciadores da bebida, produtores e sommeliers, a feira foi uma ótima oportunidade para garimpar diversos estilos de vinhos, principalmente os de melhor relação qualidade x preço.

A feira apresentou cerca de 1.500 rótulos, 16 países, que foram apresentados por cerca de 35 expositores. Vinhos portugueses tiveram destaque, com a comitiva da ViniPortugal em seu estand exclusivo, onde estavam representados 14 vinícolas e mais de 150 rótulos, além de outras importadoras independentes.

Nos dois dias de evento garimpei cinco rótulos que custam até R$ 70 reais, para te esquentar nesse inverno sem prejudicar o bolso. 

Portal del Alto Cabernet Sauvignon 2012 (Chile) – R$ 29 – Zanatta

  • Second-me apresentou a melhor relação qualidade x preço da feira. Rico em aromas, macio e saboroso, esse rótulo básico da vinícola Portal del Alto, 100% Cabernet Sauvignon do Vale Central (Maipo), é uma ótima opção para o dia-dia, ideal para acompanhar carnes vermelhas e massas com molhos picantes.

Apaltagua Envero Gran Reserva Carmenére 2012 (Chile) – R$ 38 – Carone

  • Fresco, frutado e fácil de beber, esse rótulo do Vale de Aplata no Chile, mostra aromas de frutas vermelhas e notas herbáceas mais delicadas, quase imperceptíveis. Bem agradável também no paladar, com bom corpo e taninos macios. Na mesa é versátil combinando com diversos aperitivos, pizzas mais suaves, queijos variados e carnes.

Colleja 2012 (Portugal) – R$ 60 – Canto do Vinho

  • Elaborado no nordeste de Portugal, na bacia hidrográfica do Douro, rodeada de montanhas, esse tinto é um corte das uvas Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz. No nariz, tem aromas bem agradáveis de frutas vermelhas, paladar fresco, boa acidez e final longo e saboroso. Vale a compra, principalmente para quem quiser conhecer a tipicidade desta região. Combina bem com carne assada.

Dona Paula Estate Malbec 2012 (Argentina) – R$ 69 – Perim

  • Produzido em Mendoza com uvas 100% Malbec de vinhedos de altura, tem aromas intensos de ameixa madura, coco da barrica e violeta. No paladar é rico, potente e encorpado. Prazer imediato, com longo final. Vai bem com entrecôte mal passado, ossobuco e perfeito com o nosso churrasco.  

 

Beronia Crianza 2011 (Espanha) – R$ 70 – Carone

  • Esse delicioso tinto espanhol da tradicional região de Rioja, é elaborado com 90% de Tempranillo, 8% de Garnacha e 2% de Mazuelo, com estagio por 12 meses em barrica. No nariz tem aromas agradáveis de frutas negras, como groselhas confitadas, além de toques de baunilha, coco tostado e especiarias. Paladar amplo, taninos polidos e equilibrado frescor. Acompanha bem carne de porco assada e grelhada e presunto cru.