Na manhã de 26 de fevereiro, no Salão Árabe do Palácio da Bolsa, um painel internacional de jurados provou e avaliou, em prova cega, um total de 56 vinhos portugueses – brancos, tintos e generosos, pré-selecionados pelo painel de provas da revista WINE. O único “Master of Wine” de língua portuguesa, o brasileiro Dirceu Vianna Júnior, a “Master of Wine” britânica Joanna Locke, o editor de vinhos da famosa revista francesa “Gault Millau”, Eric Riewer, e o mais experiente crítico de vinhos espanhol, José Peñín, formaram o júri de degustadores oriundos de países como Alemanha, Reino Unido, Espanha, Suécia, Dinamarca, Polónia, Brasil e, claro, Portugal. Eis os escolhidos:

1º vinho fortificado / JMF Moscatel de Setúbal Superior 1911, José Maria da Fonseca, Península de Setúbal

1º vinho branco / Quinta dos Carvalhais Branco Especial, Sogrape Vinhos, Dão

1º vinho tinto / Menino António Alicante Bouschet 2012, Herdade da Malhadinha Nova, Regional Alentejano

2º vinho tinto /Malhadinha 2012, Herdade da Malhadinha Nova, Alentejo

3º vinho tinto / Quinta Vale D. Maria Vinha do Rio 2012, Lemos & Van Zeller, Douro

4º vinho tinto / Quinta do Ribeirinho Baga Pé Franco 2010, Luis Pato, Bairrada

5º vinho tinto / Terrenus Reserva Vinhas Velhas 2011, Rui Reguinga, Regional Alentejano

6º vinho tinto /Procura 2012, Susana Esteban, Regional Alentejano

7º vinho tinto / Antónia Adelaide Ferreira 2010, Sogrape Vinhos, Douro

8º vinho tinto / Dona Maria Reserva 2009, Júlio Bastos, Alentejo