Sabragem, em francês sabrage, é o nome da técnica para abertura de uma garrafa de champanhe ou espumante com um sabre. Tornou-se popular logo após a Revolução Francesa, quando Napoleão Bonaparte, montado em seu cavalo não tinha como fazer o serviço tradicional de abertura, e utilizou seu sabre para degolar algumas garrafas de champagne que ganhou da Madame Clicquot (a Viúva Cliqcuot). Frase eternizada: “Na vitória é merecido, na derrota necessário

Para que quiser se aventurar nesse réveillon seguem algumas dicas preciosas copiladas da revista Adega:

  • O local escolhido para o evento deve ser amplo e livre de objetos quebráveis.
  • As pessoas presentes para assistir o evento devem se posicionar às suas costas, nunca à sua frente, pois o gargalo de vidro voará a alguns metros de distância.
  • A garrafa que será degolada deve estar bem gelada (6ºC é o ideal) e não se deve sacudi-la para não aumentar a pressão interna. Este item é de fundamental importância pois, se o líquido estiver quente, a garrafa poderá explodir no momento da pancada do sabre. É recomendado que ela fique em um balde de gelo e água por, no mínimo, duas horas antes da sabragem.
  • Retire toda a cápsula que envolve o gargalo da garrafa.
  • É fundamental achar a emenda do vidro, que dividem as duas metades da garrafa. O utensílio utilizado para abrir deve seguir exatamente essa emenda até o gargalo da garrafa.  
  • Uma sugestão interessante é que um guardanapo de pano seja amarrado ao arame de metal que prende a rolha. Dessa maneira, ao segurar o guardanapo durante a sabragem, o gargalo (preso ao guardanapo) não voará longe, evitando qualquer tipo de dano ou acidente.
  • Seque bem a garrafa para que se possa segurá-la com total firmeza.
  • Segure a garrafa envolta no guardanapo com uma das mãos. A garrafa deve ficar em posição inclinada de modo que o sabre possa deslizar pelo vidro até atingir a boca protuberante do gargalo.
  • A pancada deverá ser seca e firme. A pressão interna da garrafa fará o resto do serviço. Normalmente o gargalo sai inteiro, deixando uma superfície lisa na boca da garrafa. Se o vinho estiver bem gelado nenhum líquido se perderá. Poderá haver, contudo, perda de um pouco do gás, por esse motivo recomendo não usar garrafas caras para a prática. Em seguida, todos poderão apreciar o champanhe e a festa estará completa.

Seguem alguns vídeos: