Com a globalização de estilos os vinhos estão ficando sem brilho. Por isso quando encontro caldos com personalidade, sem maquiagem, de uvas e regiões diferentes, fico feliz da vida. O Domaine de L’Idylle 2013, foi uma grata surpresa na noite de ontem, me fazendo dormir bem.

Elaborado na pequena cidade de Cruet, região de Savoie, na França, com a uva branca Jacquère, autóctone da região, mostrou na taça aromas e sabores exuberantes, floral, fruta fresca (pera e maça), além de mineral, com calcário e rocha. Fecha com bastante frescor e acidez. Simplesmente delicioso. Ideal para as altas temperaturas que vem chegando. ST (92) – R$ 65 na .