MOVI – Movimento de Vinhateiros Independentes do Chile – www.movi.cl – é uma associação produtores chilenos, que desde 2009, compartilha da mesma paixão e pensamento: produzir vinhos com grande qualidade, em produções limitadas, de forma livre, sustentável e refletindo a personalidade do terroir local. Seus vinhos podem ser chamados de Vinhos de Autor ou Vinhos de Garagem. É uma alternativa aos grandes produtores de vinhos do Chile. Para isso, eles se esforçam em divulgar sua mensagem, e mostrar vinhos em que a personalidade do produtor e do solo está em cada garrafa.

Acabei de participar de mais um encontro virtual no www.winebar.com.br onde representantes do MOVI explicaram o projeto. Também tive a oportunidade de provar um vinho. Trata-se do Polkura (pedra amarela, na língua Mapuche, fazendo referência à grande quantidade de granito amarelo presente nos solos argilosos da região) Syrah 2010, um tinto elaborado na região de Marchigüe, no extremo ocidental do Vale de Colchagua, com altitude, clima mais fresco e solos pobres na encosta, gerando conjunto que oferece condições ideais de maturação das uvas. Na taça mostrou muita concentração de fruta, estrutura e teor alcoólico. Para os que apreciam o estilo pancadão. Precisa respirar por no mínimo 1 hora. Deve evoluir na garrafa. ST (87+).