Seguindo a viagem pelo Chile, chegamos à vinícola VIK no vale do Millahue (lugar de ouro no idioma nativo), em Cachapoal – Endereço: Millahue, San Vicente de Tagua Tagua. Tours: US$ 80 por pessoa. Isso inclui visita a vinha, adega e degustação. Almoço na vinícola: US$ 90 por pessoa, com um copo de vinho. Contato: . Aberta todos os dias das 10 as 19 horas.

A vinícola é atualmente um dos projetos vinícolas mais importantes e impressionantes do mundo. Com grande investimento estrangeiro feito pelo bilionário norueguês Alexander Vik e técnicas inovadoras na vinha, VIK tentará nada menos do que fazer primeiro vinho de 100 pontos do Chile. Em um terreno de 4,300 hectares – onde a modernidade e tecnologia de ponta são associadas com as tradições mais antigas da enologia – uma equipe de elite de enólogos Patrik Vallet (Ex Chateau Pavie e El Principal), o chileno Cristián Vallejo e o também enólogo Gonzague de Lambert estão trabalhando fortemente para produzir o melhor vinho do Chile. 


Junto com as vinhas, VIK construiu um pequeno hotel de quatro quartos com aconchegante área comum, lareira e delicioso ambiente onde é oferecido jantar aos convidados.


O pequeno hotel dará lugar a um maior de 22 quartos, no topo de uma colina no meio da propriedade, oferecendo uma visão de 360 graus, com muito conforto e luxo. U$$ 600 diária. Fica pronto ainda esse ano.

Após a chegada fomos recebidos de 4×4 onde tivemos a oportunidade de passear pela propriedade e avistar os oito vales, divididos em 12 subvales, onde são plantadas vinhas de Carmenère, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot, Syrah, Petit Verdot que apresentam em seu terroir características próprias. A vinícola produz somente um vinho, o VIK, com produção máxima de 24.000 garrafas.

Provamos varietais (Cabernet Sauvignon, Franc, Merlot, Syrah e Carmenére) de diversos terrois.

A entrada da vinícola

Taques de fermentação

Sala de Barricas


Avaliação pessoal das safras: Preço R$ 500

Vik 2009 – Carmenère (60%), Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot, Syrah, Petit Verdot – 18 meses em barrica – 14,5% – R$ 450,00 – ST (94) 

  • Rubi, límpido e brilhante. Aromas evoluíram muito ao longo da degustação. Muito intenso, exibindo um aroma complexo, frutas vermelhas e traços florais sutis, além de caixa de charuto e café. Bom corpo, textura aveludada, equilíbrio perfeito entre álcool e acidez. Longa persistência.

Vik 2010 – Carmenère, Cabernet Sauvignon (54%), Cabernet Franc, Merlot, Syrah, Petit Verdot – 23 meses em barrica – 14,5% – R$ 450,00 – ST (91+) 

  • Visual rubi, límpido e brilhante. Aroma mais tímido, com leve caráter balsâmico, frutas vermelhas e florais. Seu grande destaque é em boca, onde se apresenta potente e elegante, boa concentração de frutas e notas minerais. Excelente acidez, liberando muito frescor. Equilibrado, porém ainda pouco evoluído e com um longo caminho a percorrer. Futuro promissor, adega nele!

Safra atual

Vik 2011 – 55% Cabernet Sauvignon, 29% Carmenére, 7% Cabernet Franc, 5% Merlot e 4 % Syrah  – ST (94+) 

  • Visual púrpura impenetrável, negro, com lágrimas numerosas. Nariz aberto com notas de frutas escuras muito maduras, herbáceos leve, floral e mineral. No paladar é potente e elegante. Muita concentração de frutas, excelente acidez, taninos finíssimos e maduros. Equilibrado e de longa persistência. Um vinhaço!