Com o objetivo de desmantelar uma quadrilha de contrabandistas de vinhos, a Polícia Federal deflagrou uma operação em Joinville na manhã desta quinta-feira (28). Cerca de três mil garrafas de vinho foram apreendidas. Os investigadores saíram às ruas para cumprir 14 mandados de busca e apreensão e outras 14 intimações para comparecimento imediato à PF da cidade.

Segundo apurado pelos policiais federais, uma empresa no bairro Anita Garibaldi distribuía vinhos da Argentina, Chile, Uruguai e Europa. Os vinhos de procedência estrangeira eram importados de forma irregular. Eles falsificavam os selos de importação. Eles eram comercializados sem controle de qualidade e com preços muito inferiores aos praticados no mercado.

De acordo com a PF, os investigados estariam atuando de forma clandestina desde 2010. Os compradores eram restaurantes de alto padrão, bistrôs e consumidores de Balneário Camboriú, no Litoral, Joinville e outras cidades da região Norte.

Foram seis meses de investigação que começaram através de uma denúncia anônima. Um depósito clandestino foi estourado na manhã desta quinta, mas o dono fugiu. Conforme a assessoria de imprensa da PF em Santa Catarina, o estabelecimento fica no bairro Anita Garibaldi e é mantido pelos suspeitos.