Vinho degustado no almoço de hoje, Espanhol da região de Ribera del Duero, se apresentou com visual escuro, com aromas animais diferentes de carne, sem nenhuma fruta, que não é comun em tempranillo. No palato estava com taninos macios e acidez média, com bastante personalidade. Acredito ser um vinho que vai agradar a poucos, pela sua caracteristica rustica.
Feito de uvas Tempranillo de vinhas velhas, colhidas em plena maturação e cuidadosamente macerados por um longo período de tempo. O vinho tem sido envelhecimento durante três anos antes que ele estava no mercado, descansando por 13 meses em carvalho francês e americano novos.

A adega Palacio Quemado, um edifício recentemente construído, situa-se na bela Chácara Palacio Quemado, uma antiga propriedade da família que se estende 4,000 hectares dedicados ao cultivo de oliveiras, cereais e gado.

Os solos de barro avermelhado e clima quente do lugar mais perfeito para a vinha Palacio Quemado. 100 hectares de Tempranillo, Syrah, Garnacha, Cabernet Sauvignon e Petit Verdot vinha, divididos em quatro parcelas de hectares. Cada lote tem controles individuais especiais, sistemas de irrigação e tratamentos dependendo das variedades de vinhos que nós estamos tentando obter.

Palacio Quemado Reserva 2003

Safra: 2003
Uva: Tempranillo 100%
Região: Ribera del Guadiana
Álcool: 12,7%
ST(87) 
Preço: 75,00