E por falar em vinhos franceses, na semana passada ao término de uma degustação de vinhos biodinâmicos e naturais do produtor Pierre Frick tive a oportunidade de provar na companhia confrades outros vinhos. Entre eles dois me chamaram atenção e merecem serem compartilhados com vocês amigos leitores. Veja abaixo:

Pierre Morey Bourgogne Aligoté 2006

Elaborado com a uva autóctone Aligoté, segunda uva branca mais plantada na região da Borgonha, atrás somente da maior Chardonnay, surpreendeu na taça pela vivacidade, levando em conta a sua safra 2006. Na taça se mostrou bastante fresco e agradável. Paladar delicado, com notas minerais e uma fruta branca mesclada com notas de baunilha. Ótima acidez. Indicadíssimo. 12,5% de álcool | Nota: 90/100 | R$ 99, 00 na Wine Vix

Château Berliquet 2000 - Merlot (predominante), Cabernet Franc, Caberbet Sauvignon

Já o Bordeaux depois de provar três vezes os vinhos de sua segunda linha chamada de Les Ailes de Berliquet, sempre decepcionando, decidiu mostrar a que veio com o seu premium. Foi um prazer. Visual escuro, sem halo de evolução. No nariz apresentou aromas intensos de frutas negras confitadas mescladas com notas de grafite, cedro, tabaco e uma estrabaria agradável. Paladar com ótima estrutura, aliando potência e elegância. Acidez chamou bastante atenção. Final longo e sedoso. Vinho de meditação. 13,5% de álcool | Nota: 92/100