Quanto maior o recipiente, menor será o contato da madeira com o vinho e, consequentemente, menor e mais lento será seu efeito no sabor da bebida. Grandes tonéis de dez mil litros influem bem menos no vinho que pequenas barricas bordalesas de 225 litros (o padrão mais usado hoje no mundo). É grande o número de tamanhos, formatos e nomes de recipientes de madeira nas várias regiões vinícolas ao redor do planeta. Seguramente, existe cerca de cem, das quais a principais são:

Tipos de Barril | País de origem | Vol. em litros

  • Barrique (França – Bordeaux) – 225 litros
  • Demi-muid (França – Midi) – 600 | 700 litros
  • Foudre (França – Bordeaux) – 1.000 litros
  • Pièce (França – Bourgogne) – 228 litros
  • Tonneau (França – Bordeaux) – 900 litros
  • Botte (Itália – Marsala) – 422,6 litros
  • Pipa (Portugal – Porto) – 550 litros
  • Bota (Espanha – Jerez) – 490 | 600 litros
  • Puncheon (EUA – Califórnia) – 450 | 615 litros
  • Hogshead (EUA – Califórnia) – 300 | 315 litros