O blog Vivendo a Vida participou ontem (22) no Hotel Unique em São Paulo, do Top Italian Wines Road Show 2013. O evento, que já faz parte do calendário internacional dos vinhos italianos, passa por outros países, como Estados Unidos, Rússia, China, India, e pela segunda vez, o Brasil foi incluído no roteiro, contemplando as cidades do Rio e São Paulo. A intenção é bem clara: aumentar o percentual em valor do vinho italiano no Brasil. Para o Gambero Rosso trata-se de um projeto de internacionalização que colocará a empresa sempre na primeira linha na promoção dos vinhos italianos pelo mundo.

Foram apresentados 61 dos melhores produtores italianos com aproximadamente 200 vinhos para prova. Foi uma oportunidade única de estabelecer novas relações; rever amigos e melhorar o conhecimento sobre os vinhos da Itália.

Sobre o Gambero Rosso

Gambero Rosso é a publicação e líder de treinamento na Itália no sector do vinho e comida.

É a única empresa no setor de multimídia que oferece revistas, livros, guias, um canal de televisão – Sky 411 – bem como web e aplicativos. Durante 26 anos Gambero Rosso tem sido a instituição que melhor representa a produção Italiana de alimentos e  de vinho, e certificação da qualidade de produtos, contando as histórias por trás dos sabores e tradições da Bel Paese. Desde as primeiras edições do guia Vini d’Italia, em 1988, Gambero Rosso organizou uma série de eventos internacionais exclusivos para mostrar vinhos italianos de qualidade em torno dos cinco continentes. Na Itália Gambero Rosso  conta com Città del Gusto ®, sites em quatro cidades (Roma, Nápoles, Catania e Palermo), onde os cursos em níveis amadores, profissionais e gerenciais são realizados juntamente com degustação de gala e outros eventos relacionados com o vinho, onde a qualidade vem sempre em primeiro lugar.

Vinhos que me chamaram atenção:

Amarone della Valpolicella Clássico – Allegrini Estates – Importador Grand Cru – R$ 417,00 – Nota: 91/100

Barbaresco Vign. Bordini 2008 – La Spinetta – Importador Vinci Vinhos – Sem preço – Nota: 91/100

Barolo Sermassa 2008 – Marchesi di Barolo – Importador Barrinhas – Sem Preço – Nota: 91/100

Brunello di Montalcino San Polo 2007 – Allegini Estates – importador Grand Cru – R$ 514,00 – Nota: 92/100

Amarone della Valpolicella Campo dei Gigli 2005 – Tenuta San´Antonio – Importador Wine – R$ 340,00 – Nota: 94/100

Barolo Campè 2007 – La Spinetta – Importador ( Vinci Vinhos) – U$$ 399,00 – Nota: 96/100

O evento contou com 2 masterclasses, degustações guiadas por Marco Sabellico, editor sênior de vinho de Vini d’Italia, que em  conjunto com o líder de opinião local, Jorge Lucki (foto acima), discutiram sobre as características dos painéis apresentados. Participei da 2ª – onde foram degustados 28 vinhos do centro e sul da Itália considerados Tre Bicchieri 2013 (classificação máxima do guia Gambero Rosso).

Os vinhos brancos que mais me chamaram atenção do painel:

Trebbiano d’Abruzzo Marina Cvetic 2010 – Masciarelli – Região: Lazio – Importador Mistral – Nota: 94/100

Frascati Sup. Epos 2011 – Poggio Le Volpi – Região: Abruzzo – Sem Importador – Nota: 91/100

Vermentino di Gallura Vigna´ngena 2011 – Capichera – Região: Sardenha – Sem Importador – Nota: 90/100

Os vinhos tintos que mais me chamaram atenção do painel:

Montepulciano dÁbruzzo Cagiòlo Ris. 2009 – Cantina Tollo – Região: Abruzzo – Importador: Casa Santa Luzia – Nota: 90/100

Montiano 2010 – Falesco – Região: Lazio – Importador: Winebrands – Nota: 90/100

Negroamaro del Salento 12 e Mezzo 2010 – Vigne & Vini – Região: Puglia – Sem Importador – Nota: 90/100

Salice Salentino Rosso Salvarosso Ris. 2009 – Cantine Due Palme – Região: Puglia – Importador La Pastina/World Wine – Nota: 94/100

Cannonau di Sardegna Costera 2009 – Argiolas – Região: Sardenha – Importador Vinci – Nota: 90/100

Harmonium 2010
– Firriato – Região: Sicilia – Importador Cantu – Nota: 90/100

Sobremesa

Passito Di Pantelleria 2011 – Carlo Pellegrino – Região: Sicilia – importador Costazzurra – Nota: 95/100