Na noite desta sexta feira participei de um jantar petit comité na residência do presidente da www.wine.com.br, Rogério Salume (foto acima direita). O jantar teve a ilustre presença de Armando Castagnedi da Tenuta Sant’Antonio (foto acima), que conduziu pessoalmente uma degustação de seus vinhos. Dentre os vinhos degustados fomos privilegiados na prova em primeira mão do destaque no Master Class Gambero Rosso que aconteceu recentemente no RJ, o Amarone della Valpolicella Campo dei Gigli 2005.

A paixão de 4 irmãos, da família Castagnedi, pela produção de vinhos não é atual. A família já possuía terras em San Zeno di Colognola ai Colli, no distrito de Valpolicella, há muitos anos. Após muito tempo adquirindo experiência com os negócios da família, os irmãos deram início a um novo projeto, a Tenuta Sant’ Antonio

Localizada no Valle di Mezzane, no nordeste da Itália, a vinícola conta com 12 hectares de vinhedos que ficam localizados próximo à cidade de Verona.

Em seu modelo de produção o uso de fertilizantes orgânicos é moderado e os pesticidas são utilizados em poucas situações e em quantidade mínima. O cuidado com a vinha é essencial para manter o equilíbrio com a natureza e preservar a qualidade dos vinhos. Os métodos de produção são focados na qualidade, alguns cachos de uvas são podados para que outros recebam nutrientes mais concentrados.

As mulheres desta vez acompanharam de perto!

Scaia Bianco IGT 2011 

Elaborado com uma mescla de uvas Garganega (50%), Trebbiano Soave (20%), Chardonnay (30%), fermentou em tanques de inox. Apresenta um visual amarelo esverdeado, aroma vivo, alegre – floral, cítrico, mel e pêssego. Paladar bastante fresco, 12,5% de álcool. Agradável. R$ 49,00
Nota: 86/100

A linha Scaia utiliza “Rolha de Vidro“. É mais uma opção em substituição a rolha de cortiça. Tirando de lado a polêmica discussão sobre o glamour do método de vedação tradicional, posso dizer que é bem pratico, veda perfeitamente, neutra, não interferindo no vinho, ecologicamente correta, sendo reciclável e um visual bastante legal.

Valpolicella Superiore La Bandina 2007 

Um corte de Corvina(70%), Rondinella(20%), Croatina(5%) e Oseleta( 5%), que amadurece por dois anos em barricas de carvalho francês. Apresenta um visual rubi, aroma de média intensidade lembrando frutas vermelhas, chocolate e especiarias. 14,5% de álcool. Gastronômico, pede comida. R$ 98,00
Nota: 88/100

Amarone della Valpolicella Campo dei Gigli 2005

Elaborado com Corvina Veronese, Rondinella, Croatina e Oseleta, amadurece por três anos em barricas de carvalho. Na taça mostra um visual rubi claro, aroma intenso – típico – frutas maduras (cereja), frutas em compota, madeira nobre, chocolate e toques herbáceos. Paladar equilibrado, muito elegante, carnudo e saboroso. 16% de álcool. Permanência longa com sabores que confirmam o nariz. Um Amarone muito fino. Intensidade sem peso. Pode ser degustado hoje, ou para quem tiver paciência….. – R$ 340,00
Nota 94/100