Com os parreirais iluminados por refletores e tochas, visitantes colheram a variedade Marselan que irá gerar um vinho a ser fornecido exclusivamente aos participantes

Assim como ao amanhecer, a noite também possui a temperatura ideal para a colheita da uva. E se a atividade já é atrativa nas primeiras horas do dia, imagine quando o sol se põe. Foi com essa proposta que a Vinhos Larentis, localizada no Vale dos Vinhedos, realizou no último sábado, dia 23, a primeira Colheita Noturna. Com os parreirais iluminados por refletores e tochas, o evento teve início às 18h e contou, além da colheita, com visita à vinícola, degustação e jantar.

Para das as boas vindas, a família Larentis recepcionou o público com um coquetel e espumantes. Logo após, o enólogo André Larentis, terceira geração da família, na companhia do patriarca Cilo Larentis, apresentou a estrutura da vinícola aos participantes, que receberam informações sobre os cuidados com os vinhedos e o processo de elaboração e armazenamento dos vinhos. 


Pouco antes do anoitecer, os visitantes participaram de uma degustação preparada especialmente para a ocasião que contou com um dos destaques da vinícola, o vinho Mérito. O rótulo é resultado da seleção dos vinhos Merlot, Cabernet Sauvignon, Ancellotta e Marselan da Safra 2008. Além deste, o enólogo apresentou o Pinotage 2012, o Tannat 2012 – um dos lançamentos da vinícola para 2013 que ainda se encontra em período de envelhecimento na cave – e o Merlot safra 2005 – que não está mais no mercado, apenas na reserva da família, mas foi especialmente aberto para brindar a primeira Colheita Noturna. 

Quando anoiteceu, chegou a hora de se preparar para a colheita. Após cada participante receber o material para a atividade – que incluiu um avental (este oferecido como brinde aos integrantes), tesoura e lanterna, o grupo foi dividido em duplas. Cada dupla colheu uma caixa da variedade Marselan. A variedade irá gerar um vinho, e cada um dos participantes será presenteado com uma garrafa. O restante será comercializado para o grupo. “É uma oportunidade incrível. A vinícola oferece experiências únicas aos visitantes, o que faz toda diferença na hora de adquirir um produto”, coloca a integrante da Confraria do Vinho e Espumante, Iris Schenkel Foscarini, de Novo Hamburgo. 

Para encerrar a noite, os visitantes participaram ainda de um jantar típico italiano, que contou com polenta ao molho de frango e carne, pão, queijos, salame, copa, uvas e vinhos.

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook