A Folha de São Paulo publicou uma matéria hoje, 20, onde especialistas do mais alto nível avaliaram às cegas 8 marcas de vinho rosé mais vendidas em quatro Supermercados de São Paulo.

Numa escala de 0 a 5, dois vinhos receberam a nota intermediária (2,5) e apenas dois a ultrapassaram, ou seja, foram bem avaliados.

As principais características negativas apontadas por cinco especialistas foram a falta de acidez e a presença desequilibrada de álcool, amargor e açúcar. Eles observaram também que algumas bebidas remetem a sabores artificiais.

Para Jorge Lucki, colunista do jornal “Valor Econômico” e da revista “Prazeres da Mesa”, é o caso do chileno Los Vascos, que lembra aroma artificial de morango.

Sommelière do restaurante paulistano D.O.M., Gabriela Monteleone identificou uma característica semelhante no português Lancers. Para ela, o rótulo “tem gosto e cheiro de Cebion [complemento de vitamina C] e aroma químico”.

Além de Lucki e Monteleone, participaram da avaliação Gianni Tartari, sommelier do restaurante Emiliano; Mário Telles Jr., presidente da Associação Brasileira de Sommeliers; e Suzana Barelli, diretora de Redação da revista “Menu”.

O VENCEDOR:
Villa Francioni 2011 – Brasil

Matéria completa: http://migre.me/dlmQy

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook