A polícia italiana prendeu nesta terça-feira, 18, um ex-funcionário do Brunello di Montalcino – Case Basse – responsável por derramar de barris 62.600 litros de seis safras Brunello Soldera, causando um prejuízo estimado em 10 milhões de euros.

Andrea Di Gisi, que tem antecedentes criminais por roubo, disse a policia que agiu por vingança depois de não receber alojamento na propriedade.

O prefeito de Montalcino Silvio Franceschelli agradeceu a polícia, dizendo que a prisão havia restaurado “serenidade”.

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook