Líder do movimento garagista e apelidado por Robert Parker como o Bad Boy de Saint Emilion, Jean Luc Thunevin é um dos mais respeitados vinicultores de Bordeaux. Seus vinhos são aclamados constantemente pelos críticos internacionais. Tem como ícone, o Château de Valandraud, disputado por enófilos de todo o mundo, que já tive a oportunidade de provar. O Chatêau foi promovido a Premier Grand Cru Classé B, agora em 2012.

Recentemente conheci na taça o seu vinho branco, N. 02 Blanc de Valandraud 2007. Na maioria das safras, o corte usado é de 50% Sauvignon Blanc e 50% Semillon. Se você está se perguntando por que você nunca viu este vinho, você não está sozinho. A produção é muito pequena. Normalmente apenas 3.000 a 4.000 garrafas são produzidas.

Avaliação Pessoal: ST (92) – França – Bordeaux – 50% Sauvignon Blanc e 50% Semillon – R$ 243,00 – Importadora Casa do Porto

Visual amarelo palha, aromas de frutas (limão, pêssego, pêra), leve amendoado e notas minerais. O paladar é delicado, fino, levemente cremoso, ótima acidez, corpo médio, com um final de boca muito harmonioso, equilibrado, com retrogosto de pêssego e mineral. Seu estágio em barricas por 12 meses mostra que a madeira não interferiu, coadjuvante. Um branco de respeito que vai evoluir muito bem, ganhando complexidade.

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook