Um dos principais vinhos do Chile, e o top da vinícola chilena Santa Rita, foi batizado de “Casa Real” em 1880 pelo fundador da empresa, Domingo Fernandez Concha. Seu vinhedo em Buín, Vale de Maipo, ao sul de Santiago foi replantado nos anos 1950, formando a base do corte desse raro tinto do Chile, realmente chileno, por não fazer parte de nenhuma de nenhuma joint venture, bancada por estrangeiros. A marca sido supervisionada há duas décadas por Cecilia Torres, a primeira mulher a se tornar vinicultora de alto nível no Chile, significou a evolução qualitativa do Casa Real, que teve seu estilo baseado no carvalho desde 1993 e mudando de estilo a partir de 1997, com uma maior concentração de fruta.

Avaliação Pessoal: ST (94) – Chile – Vale de Maipo – 100% Cabernet Sauvignon – 14% – 15 meses em barricas de carvalho – R$ 350,00 – Importadora Grand Cru

Visual púrpura muito escura, aromas intensos de frutas escuras muito maduras (ameixas e amoras), chocolate, notas terrosas e florais elegantes (violetas), e um fundo de carvalho tostado. O paladar é rico, com bom equilíbrio, muita concentração, taninos finíssimos, e uma longa persistência. O retrogosto é elegante, com a madeira fazendo o contraponto perfeito para a fruta. Um vinhaço!

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook