Com um dia maravilhoso de sol e um visual encantador no Rio de Janeiro, a importadora Grand Cru que comemora dez anos de atividades no Brasil, realizou nesta sexta feira (10) a 5ª edição do seu “Tasting“. Na edição deste ano, o evento que aconteceu nas cidades de Porto Alegre, São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Salvador, Belém, Macaé, Natal e Londrina, respectivamente.

Em geral as feiras anuais das importadoras de vinhos são uma grande oportunidade para quem busca se atualizar com as novidades, buscando vinhos diferentes, com boa relação qualidade x preço, e também conhecer os grandes vinhos, caros, que não podemo$ apreciar facilmente.

Além de produtores, o evento ainda contou com 11 estações temáticas com vinhos escolhidos pelos sommeliers da importadora de acordo com cada categoria. Espumantes e Champagne, Brancos Leves, Brancos Estruturados, A Maior Expressão da Tempranillo, Pinot Noir, Bordeaux 2009, Blends pelo Mundo, Os Vinhos do Sommelier, Grandes Achados, Vinhos Doces e Generosos e Grandes Destilados e Licores são os temas das mesas que vão compor o restante do cenário.

Como sempre falo é humanamente impossível provar todos, porem tive bastante tempo e consegui provar 60% dos vinhos. Dentro desses selecionei alguns, no qual descrevo abaixo.

Os vinhos que mais me chamaram atenção:

“Garofoli” Anfora Verdicchio dei Castelli di Jesi DOC Classico 2011 – 100% Verdicchio – Inox – 12% – Itália –Marche – R$ 38,00 – ST (90)

  • Bom e Barato: Aromas de frutas brancas, leve floral, muito mineral e um leve toque de grama no final. Na boca tem bom corpo, acidez correta e um final agradável.

“Talenti” Zirlo IGT 2011 – Merlot, Cabernet, Petit e Verdot – Itália – Toscana – R$ 39,00 – ST (90)

  • Bom e Barato: Aromas de frutas vermelhas, floral e notas de especiarias. Na boca apresenta bom equilíbrio, corpo médio e taninos jovens. Um bom vinho agradável, fácil de beber e com um ótimo preço.

“Don Olegario” Albariño 2011 – 100% Albariño – 12% – Espanha – Rias Baixas – 18 meses em inox – R$ 85,00 – ST (90)

  • Branco seco com aromas cítricos e florais, ótima acidez, freco e um bom corpo. Uma agradável surpresa.

Massolino Barbera d´Alba DOC 2010 – 100% Barbera – Itália – Piemonte – 14,5% – 12 meses em barricas de carvalho – R$ 85,00 – ST (91)

  • Aromas de frutas maduras negras e vermelhas, carnudo, suculento, boa acidez, taninos macios e um final longo.

Henri Bourgeois Chinon La Bouchardiere 2009 – 100% Cabernet Franc – França – Loire – 13% – 4 a 6 meses em barrica – R$ 79,00 – ST (90)

  • Boa fruta, explosivo, aberto, agradável em boca, macio equilibrado. Boa surpresa.

Pingus Psi 2009 – 100% Tempranillo – Espanha – Ribera del Duero – 16% – 18 meses em um mix de tanques de cimento, barricas e tonéis de carvalho – R$ 180,00 – ST (92)

  • Nariz franco, com notas de frutas maduras, florais e mineral. Paladar confirma a frutada, boa acidez, cremoso, elegante, equilibrado com um longo final. TOP!

Allegrini La Poja IGT 2004 – 100% Corvina Veronese – 14,5% – Itália – Veneto – 20 meses em garrafa – R$ 390,00 – ST (92)

  • Aromas de groselha, funghi e especiarias. Na boca elegante, gordo, fresco, muita fruta madura, madeira bem colocada, taninos macios e um longo final.

Amiot Guy Chassagne Montrachet les Caillerets 1er Cru 2007 – 100% Chardonnay – França – Borgonha – 18 meses em barris de carvalho francês – 13,5% – R$ 360 – ST (92)

  • Nariz complexo, com aromas de pêssegos, damascos, mel e amêndoas. O paladar confirma as notas do nariz, muito expressivo, amplo, elegante.

Lambrays Morey Saint 1er Cru Les Loupes 2007 – 100% Pinot Noir – França – Côtes de Nuits – 13,5% – 18 meses em barris de carvalho francês de segundo uso – R$ 550,00 – ST (94)

  • O melhor vinho dos que degustei na feira. Muita complexidade, Frutas vermelhas e pretas, com toques de baunilha e tabaco , especiarias. Corpo com taninos macios e bastante longo seu final.

Santa Rita Triple C 2006 – 55% Cabernet Franc 30% Cabernet Sauvignon 15% Carménère 14% – Chile – Valle de Maipo – 17 meses em barricas de carvalho – R$ 180 – ST (91)

  • Nariz muito rico, com muita fruta madura, groselha preta, canela e notas de especiarias. O paladar é saboroso, vivo, elegante, baunilha, tabaco e chocolate, com um final longo e ótima persistência.

Altair Seleccion Corte 2006 – 71% Cabernet Sauvignon, 17% Carménère, 6% Merlot, 4% Syrah, 2% Cabernet Franc 14,5% – Chile – Valle Cachapoal – 12 meses barris de carvalho – R$ 320,00 – ST (93)

  • Vinho com a maior nota no Guia Descorchados 2012 em sua safra 2006, confirmou na taça, sua fama. Aromas de frutas pretas, cassis E baunilha. Paladar muito elegante, fruta limpa, boa acidez, taninos macios, equilibrado com final longo e agradável.

O que seria do vinho sem as pessoas?

Silvestre (Blog Vivendo a Vida) e Camila Perossi (Assessoria de Imprensa Grand Cru)

Sabrina (Grand Cru Rio) e Duda Zagari (Confraria Carioca)

Elaine de Oliveira (Importadora Zahil)

Luciano Neto (Grand Cru)

Fabiano Aurelio (Sommelier Grand Cru) e Claudio Werneck do Blog (www.levinaublog.blogspot.com)

Oscar Daudt (www.enoeventos.com.br)

Mário Trano blog (www.mondovinho.blogspot.com)

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook