Nada melhor que uma feira de vinhos para poder buscar novidades que agrade o nosso paladar. E foi isso que aconteceu na Vitória ExpoVinhos 2012. Depois de provar cerca de 300 rótulos, destaco um espumante nacional, o Viapiana 192 dias Brut. Elaborado pelo método tradicional (Champenoise), com as uvas Prosseco, Viogner e Chardonnay. Este espumante passou por um estagio de 192 dias em contato com leveduras e processo de remuage manual. Se tivesse participado do Top Five ia dar trabalho.

A Viapiana Vinhos e Vinhedos surgiu em 1986 com a elaboração dos primeiros vinhos de mesa em nível industrial. Mas sua história se remete há muitos anos antes, quando os primeiros imigrantes italianos desembarcaram no país e produziam, de forma artesanal, seus próprios vinhos. Prova disso é a medalha conquistada pela família Viapiana, em Porto Alegre, no ano de 1925 durante o cinquentenário da imigração.

Localizada no Travessão Alfredo Chaves, em Flores da Cunha, na encosta Nordeste do Rio Grande do Sul, a vinícola iniciou seu processo de modernização e mudanças em 1999, quando foi elaborado o seu primeiro vinho fino. Entre os anos de 2004 e 2005, a linha foi incrementada com a elaboração de espumantes e vinhos brancos finos. Um ano depois, a Viapiana dava o passo inicial para a implantação de um projeto moderno e estrutural da vinícola e também da comercialização com a criação de quatro novas linhas de produtos: Ricieri, Corte V, Viapiana e Via 1986.

Numa área de 2.800 m², a Viapiana tem uma estrutura com tecnologia de ponta e modernos sistemas de condução. São 30 hectares de vinhedos próprios que recebem cuidados extremos para baixa produção de uvas a fim de qualificar os produtos. Os vinhos têm controle total de temperatura e permanecem em barricas de carvalho americanas e francesas.

Avaliação Pessoal: ST (90) – Best Buy – R$ 29,00 – www.portomediterraneo.com.br

Na taça mostrou visual amarelo-palha, com espuma adequada e bolhas pequenas, em boa quantidade e persistentes. Os aromas predominantes são de frutas cítricas, frutas brancas, leve toque de fermento, fino e elegante. Na boca apresentou acidez adequada, bom equilíbrio, corpo médio, persistência média e retro-olfato de frutas citricas com notas florais. Seu melhor atributo é a sua personalidade e notável fineza.

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook