Bodega Norton foi a primeira vinícola a se instalar ao sul do rio Mendoza em 1895, quando o inglês Edmund J. P. Norton ali plantou suas videiras, fascinado com o local. Um século depois, a mesma fascinação levou o empresário Gernot Langes Swarovski a comprar a vinícola, que ganhou grande impulso sob seu comando. À frente dos negócios está seu filho Michael, que tem por missão fazer do Norton um vinho reconhecido mundialmente.

Hoje a vinícola Norton possui 1.200 hectares de vinhedos, onde se desenvolve um trabalho minucioso denominado Mapping, em que se identificam microparcelas dentro de cada hectare de vinhedo, com a finalidade de se buscar a utilização mais adequada de cada terroir. Atualmente 150 famílias dividem ali suas experiências, seus segredos e compartilham o mesmo trabalho, que se reflete na qualidade dos vinhos Norton.

País: Argentina – Região: Luján de Cuyo – Uva: 40% Malbec, 30% Merlot e 30% Cabernet Sauvignon – Graduação Alcoólica: 14%

Visual:   Visual rubi ligeiramente atijolado, límpido e brilhante.

Aroma: Nariz delicioso, com aquelas agradáveis notas de evolução, fumo, própolis, couro, traços terrosos e madeira muito discreta.

Paladar: Bom corpo, macia, com taninos domesticados, acidez média e boa persistência. Deixando um pouco a desejar com ligeira sobra de madeira.

Amadurecimento: 12 meses em barricas de carvalho francesa de primeiro uso.

Harmonização: Indicado para pratos finos, carnes, assados, caças de pêlo e queijos fortes

Onde encontrar em Vitória a safra atual: Enótria 

Site Vinícola: 

Importador no Brasil: http://www.winebrands.com.br

Preço: 130,00

Avaliação Pessoal: ST (90) muito bom

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook