Após a morte de seu fundador Henri Martin em 1991, seu genro Jean-Louis Triaud assumiu com a tarefa de preservar o negócio. Ele só não manteve como também melhorou a qualidade dos vinhos, e, embora não tenha entrado na classificação de 1855, nos últimos 25 anos o Château Gloria vem produzindo vinhos à altura dos seus vizinhos Cru Classé. Possui 50 hectares de vinhedos espalhados em St-Julien, produzindo 20.000 caixas em média.

Em recente encontro promovido no Rio de Janeiro pela UGCB tive a oportunidade de degustar a safra 2009, que me impressionou positivamente na taça. Agora no final de semana provei a safra 2001, cortesia do amigo Julio Portugal e confirmou a qualidade, acrescentando muita elegância.

País: França – Região: Bordeaux/Saint-Julian – Uva: 65% Cabernet Sauvignon, 25% Merlot, 5% Cabernet Franc e 5% Petit Verdot – Graduação Alcoólica: 12,5%

Visual: Acastanhado com halo de evolução e límpido e brilhante.  

Aroma: Bastante complexo, frutas vermelhas e negras, estábulo, torrefação, notas balsâmicas e madeira velha.

Paladar:  O paladar apresentou médio corpo, notas confirmando o nariz, excelente estrutura tânica, acidez adequada, muito elegante com final bastante longo. Acredito que provamos na hora certa.

Amadurecimento: 14 meses em barricas de carvalho francesa

Harmonização: Carnes vermelhas e de caça

Onde encontrar em Vitória:
Ville du Vin 

Site Vinícola: 

Preço: 350,00

Avaliação Pessoal: ST (91) excelente

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook