A família Eguren, pioneiros na renovação da região de Rioja e em colocar Toro no mapa de regiões vitivinicolas, criaram o vinho “Premier” Teso de La Monja, que custa 900 euros.

A vinícola produziu somente 828 garrafas do vinho, que segundo o enólogo responsável, Marcos Eguren, é feito de uma experiência exclusiva em uma área de 1,8 hectares, cultivado com todos os cuidados e técnicas biodinâmicas, além de ser elaborado com um depósito de madeira único na Espanha.

“A crise a respeito deste vinho é muito relativa. Existem vinhos na região de Borgonha e Bordeaux são vendidos a altos pecos e na Espanha também podemos fazer vinhos extraordinários, como este Teso de La Monja”, explica Eguren.

Via

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook