Eles não têm a fama dos caríssimos vinhos da famosa região francesa, mas também são ótimos e têm a vantagem de custar até R$ 99. O colunista Luiz Horta selecionou dez surpreendentes bordeaux encontrados em São Paulo.

  • L de Laffitte Laujac 2006, Médoc (R$ 55, naGrand Cru). Nariz muito atraente, boa acidez, fácil de beber, com vivacidade e elegância. Diz bem o que é um bordeaux para agradar rápido.
  • Ch. La Gatte Tradition 2007 (R$ 40, na Mistral). Um dos bons produtos do americano Michael Affatato, que comprou um pequeno château na região e faz vinhos para todo dia, sem maior pretensão que matar a sede.
  • Ch. Castera 2006 (R$ 99, na World Wine). Aroma complexo, bem agradável de beber, sério e tendendo ao austero. Muito fino nos taninos, com acidez focada e equilibrada. Bem típico.
  • Ch. Gabaron 2009(R$ 52, na Vinci). Ligeiro no bom sentido, para beber sem muita teorização. Bem satisfatório pelo preço, com bom porcentual de Cabernet Franc no corte. Um vinho para comida.
  • Ch. Floridene 2006 (R$ 83, na Casa Flora). Excelente tinto de Denis Dubourdieu, famoso enólogo, com aroma sedutor de frutas roxas, bom corpo e acidez. Bem sedutor. Um belo vinho.
  • Guilbonnerie 2009 (R$ 89, na Vinissimo). Do famoso garagiste Jean-Luc Thunevin (dono do Ch. Valandraud), tem corpo que impressiona e é um dos mais adequados para evoluir.
  • Ch.Reynon 2009 (R$ 92, na Casa Flora). Outro vinho de Dubourdieu, com predominância de Merlot. É macio, aveludado, taninos delicados, pronto para beber, com certa grandeza e imponência.
  • Ch. Le Vieux Serestin 2006 (R$ 88, na Ravin). Saboroso e digno tinto, com muita personalidade, do jovem produtor Jean-Baptiste Bourotte, líder do grupo Bordeaux Oxygéne, que quer tirar da região a fama de cara.
  • Haut Castenet 2009(R$ 76, na Vinissimo). Outro vinho de Thunevin, mais pronto que o anterior, mas igualmente denso e estruturado, com taninos muito finos. Para guarda.
  • Château Rocher Calon 2007 (R$ 99, na Ravin). Esplêndido tinto, quase só Merlot, muito macio, taninos deliciosos e ótimo de beber. Um dos melhores do painel, pronto para beber, mas capaz de guarda.

Veja a matéria completa: Paladar


Siga o Blog Vivendo a Vida no Twitter