Bom dia meus amigos, hoje sabadão dia 1° de outubro, falo um pouco sobre um vinho brasileiro para #CBE (confraria brasileira de enoblogs). O tema foi indicado pelo grande confrade Marcelo Di Morais, vinho branco brasileiro até 80,00.

Confesso que quando foi falado o tema “não” fiquei animado, como a maioria dos brasileiros, cheios de preconceito. Bom mais foi uma ótima experiência. Na verdade provo muito pouco os brancos brasileiros e tinha uma imagem atrasada sobre a sua qualidade. Provei também um tinto, que devo postar hoje também, que me foi colocado às cegas ontem também, no mesmo momento que provava o Fabian Reserva Chardonnay 2008.

Este vinho eu ganhei de um amigo ano passado e pesquisando hoje verifiquei que seu preço é 23,90 neste site > http://j.mp/nMVGcs.

Vinícola Fabian:

A família imigrou da Itália para o Brasil no final do século dezenove. A tradição vitivinícola herdada dos ancestrais foi favorecida pelo clima encontrado na região dos Vinhos dos Altos Montes.

A ascendência francesa traz consigo o “símbolo da flor-de-lis que caracteriza a marca Fabian”.

A Vinícola Fabian tem por filosofia produzir uvas e elaborar vinhos em pequena quantidade, com produção limitada e controlada para a satisfação plena do apreciador de vinhos.

Região:

É na microregião dos Vinhos dos Altos Montes, no município de Nova Pádua na Serra Gaúcha, que se situam os vinhedos da Família Fabian.

A altitude, topografia, solo e o clima são propícios para obtenção das excelentes uvas para estes vinhos especiais.

Avaliação pessoal: ST (90) = muito bom / Brasil – Nova Pádua – 100% Chardonnay – 13,6% – Preço 23,00

Vou tentar não ser exagerado, mais este vinho me surpreendeu muito. Talvez pela minha pouca experiência com os brancos nacionais. E não sabendo que já estávamos neste estágio de qualidade.

Visual amarelo palha, aromas que mostrou um leque de aromas, abacaxi, mel, amêndoas, floral que se alternavam na taça e durando uma hora de degustação com a mesma intensidade. O paladar é frutado e muito equilibrado. Uma característica que o deixaria melhor do que já é, seria uma acidez mais destacada. Mais no geral gostei muito e mostrou para mim que temos também no Brasil grandes vinhos brancos.

Parabéns para o produtor por conseguir elaborar um vinho que mudou o meu conceito sobre o vinho branco nacional.

Harmonizei com cogumelos Paris recheados com gorgonzola e gratinados com Grana Padano, uma maravilha!!!