Você não precisa ser um expert em vinhos para aderir à onda de wine bars que invade São Paulo. As casas onde a carta de bebidas é exclusivamente dedicada aos vinhos e a drinques feitos com ele (esqueça as populares cervejas) se tornaram atração com a ajuda de um diferencial novo e irresistível:a máquina italiana Enomatic. Graças a ela é possível provar rótulos (e uvas) distintos servidos em taças sem consumir uma garrafa inteira. A máquina conserva o aroma e o sabor da bebida após aberta, pois mantém o liquido fora do contato com o oxigênio.

“Sempre selecionamos vinhos de regiões ou países diferentes para colocar na máquina”, diz Clara Mei, 21 anos, a jovem sommerlière do Santovino Ristorante, endereço no bairro do Jardim Paulistano que é um dos recentes a apostar no gênero. Aberto na última semana de junho, foca no público “around 30´s”, o qual atrai com uma uma charmosa varanda, ideal para se passar a tarde bebericando.


A VARANDA DO SANTOVINO, IDELA PARA DEGUSTAR UMA TAÇA DE TINTO OU DE BRANCO DURANTE A TARDE

As taças custam entre R$19 e R$26 cada, e há opções entre tintos e brancos. Podem ser acompanhadas porentradas de alma italiana, como a bruschetta de queijo brie (R$16 a porção com duas), boa pedida para combinar com o tempo frio. Se quiser esticar a degustação até o jantar, o menu completo traz massas tradicionais bem executadas, como o nhoque de batata com molho de tomate caseiro ou o espaguete à carbonara (ambos R$42).


O CLIMA INTIMISTA DO DIVINE WINE BAR AJUDA NA HORA DA PAQUERA

Já o pequeno Divine Wine Bar funciona desde março em um porão nos Jardins. De clima intimista, virou point de paquera por conta de sua frequência jovem. Ao som de uma trilha sonora quase sempre eletrônica, o cliente pode escolher entre 50 rótulos de vinhos brancos, tintos, rosés e espumantes, vindos de adegas-boutique do mundo todo. SERVIÇO: Santovino Ristorante – Al. Lorena, 1821 – Divine Wine Bar – Al. Jaú, 1844 C 

Fonte: Globo.com