Gostaria de começar este post falando de uma situação, delicada. Qual a função de um Blog? Na minha opinião, a maior qualidade de um blog é informar de forma verdadeira e imparcial, respeitando aqueles aos que acompanham e confiam em uma opinião pessoal. Por isso acho que devemos informar também sobre vinhos que na taça não apresentam um bom desempenho, mesmo que isso desagrade a interesses comerciais. Porque somente falar dos que gostou? Se somente relatarmos os bons, como ajudaremos os consumidores?

Bom, Achaval Ferrer dispensa comentários, é uma das maiores vinícolas da Argentina, aonde elabora grandes vinhos. Comprei 6 garrafas da safra 2006 se não me engano ha três anos atrás, na Expand, me referenciando pela nota atribuída por Jay Miller assessor de RP para alguns países, no qual concedeu 92 pontos e uma janela de consumo até 2020. Estamos em 2011, tendo supostamente ainda 8 anos e seis meses para uma total decadência. Mais na semana passada ao abrir uma garrafa tomei um susto. Toda aquela expectativa foi quebrada por um vinho sem expressão, desequilibrado, fruta sem encanto, sensação de aspereza, em fim, ruim. Na mesma noite abri uma garrafa de Clos de los Siete da mesma safra 2006, também comprado ha bastante tempo e o resultado foi outro, muita fruta, tipicidade, equilíbrio….

Pode ser que a garrafa estava com problema, então me comprometo que ao abrir a próxima, vou relatar a suas características aqui.

  • Respeito o trabalho de todos os envolvidos no vinho, desde os que plantam a uva até de quem vende na ponta. Mais não posso deixar de emitir uma opinião dentro da minha verdade.