Como no mundo do vinho estamos sempre aprendendo, estas dicas servem tanto para iniciantes como para os já iniciados, mais experientes.

  1. Separe os vinhos por variedades;
  2. Separe por teor de açúcar, isto é, vinhos suaves (doces) num grupo, meio secos (demi-sec) em outro, e secos num terceiro grupo;
  3. Tire os rótulos das garrafas ou esconda o nome dos vinhos, para evitar influência externa;
  4. Entre a degustação de um vinho ou outro, apenas pão (torrado, de preferência) e água;
  5. Se forem poucos vinhos a serem degustados, pode beber. Se forem muitos, apenas experimente na boca e jogue fora, para que a ingestão de álcool não prejudique o julgamento dos últimos vinhos;
  6. Utilize o mesmo tipo de cálice e a mesma temperatura para todos os vinhos degustados;
  7. Deixe descansar o vinho. Entre o ato de comprar o vinho e o ato de degustá-lo, o produto deverá descansar, deitado, em local razoavelmente escuro, sem variações de temperatura e sem vibrações;
  8. Não permita que outros fatores influenciem, não use perfume, e principalmente, não fume. Faça a degustação numa sala arejada, sem odores fortes ou perfumes;
  9. Não coma antes da degustação, principalmente chocolates ou alimentos à base de ovo, pois os mesmos alteram o processo de degustação. O chocolate, por exemplo, pela sua consistência “fecha” durante um espaço de tempo as papilas gustativas;
  10. Vá disposto a apreender na degustação, e não ensinar, sem preconceitos, deixe o vinho fluir.

fonte: Jornalismo eBand via Blog Casa Pisani – Sommelier Manuel Luz