Os vinhos e espumantes brasileiros estarão presentes na inauguração do novo campus do Grupo Universitário Estácio de Sá, que abriga os cursos de Gastronomia e Hotelaria internacionais em São Paulo. O evento, marcado para esta quarta-feira (dia 1º de junho),  contará com a presença do diretor geral da escola suíça de Lausanne, a mais tradicional de Hotelaria no mundo, Michel Rochat, e também o estrelado chef francês Alain Ducasse, criador da escola de formação de cozinheiros com seu nome. As celebridades participarão de uma grande festa no campus na Chácara Flora, para 500 convidados, que terão a oportunidade de degustar vinhos e espumantes de 11 vinícolas (Casa Valduga, Dezem, Don Giovanni, Don Guerino, Don Laurindo, Guatambu, Miolo, Pizzato, Salton, Sanjo e Suzin) reunidas pelo Ibravin (Instituto Brasileiro do Vinho). Os vinhos e espumantes serão harmonizados com pratos de jovens chefs brasileiros dedicados às novas escolas.  

A presença dos rótulos brasileiros no evento foi uma solicitação do famoso chef Alain Ducasse, que degustou os produtos verde-amarelos em 2008, no Sial (Salão Internacional da Alimentação) em Paris. “Na ocasião, ele gostou especialmente dos vinhos da Don Laurindo”, lembra o gerente de Marketing do Ibravin, Diego Bertolini. Dono de três restaurantes classificados com três estrelas pelo guia Michelin, Alain Ducasse visitou o estande do Wines of Brasil no Sial Paris, provando e aprovando o rótulo Don Laurindo Reserva Tannat. “Ele é macio e equilibradíssimo”, declarou, à época. 

Bertolini destaca que o Ibravin terá um estande Vinhos do Brasil no evento, que será realizado em dois andares do novo campus da Estácio em São Paulo. “Cada vinícola participante terá um balcão onde seus produtos poderão ser degustados pelos convidados”, explica. A Estácio de Sá é um dos maiores e mais conceituados grupos de ensino superior da América Latina, que completou 40 anos de atuação em 2010. As turmas dos dois cursos – Hotelaria e Gastronomia – tiveram início em março de 2011.

Fonte: Assessoria de imprensa / Orestes de Andrade Jr.

O excesso de álcool é prejudicial à saúde! Se beber não dirija!