Vejam que interessante a matéria publicada no site ENOEVENTOS de Oscar Daudt, sobre uma nova Classificação de Bordeaux.

A Live|Ex, uma página especializada na análise do mercado de vinhos finos, refez a famosa classificação dos vinhos de Bordeaux de 1855, utilizando o mesmo critério empregado há mais de 150 anos - o preço. Essa já é a segunda edição da análise, tendo a primeira sido divulgada em 2009.

Para elaborar essa nova classificação, a Liv|Ex considerou apenas os vinhos da margem esquerda, calculando a média dos menores preços no atacado de uma caixa de 12 garrafas, em boas condições, das últimas 5 safras: de 2005 a 2009. Essas médias foram então divididas em 5 categorias que definiram a classificação:

  • 1ers Crus: £3.300 e mais (R$8.767 e mais)
  • 2èmes Crus: de £700 a £3.299 (de R$1.860 a R$8.766)
  • 3èmes Crus: de £400 a £699 (de R$1.063 a R$1.859)
  • 4èmes Crus: de £280 a £399 (de R$744 a R$1.062)
  • 5èmes Crus: de £220 a £279 (de R$584 a R$743)

O Château Lafite Rothschild lidera a classificação, com o preço médio de £11.043 (R$29.330), seguido de Latour, Margaux, Mouton Rothschild e Haut Brion. É interessante notar que os três primeiros lugares da nova classificação são exatamente os mesmos da classificação original de 1855.

Segundo o critério da empresa, o Mission Haut Brion, não classificado em 1855, é o sexto Premier Cru de Bordeaux.

Em relação à edição de 2009, houve poucas mudanças. Na categoria Deuxième Cru foram alçados três novos vinhos: Duhart Milon, Pontet Canet e Beychevelle, enquanto que o Leoville Barton amargou uma queda para a 3ª classificação.

O maior avanço dentro da tabela foi novamente do Duhart Milon que partiu da 30ª posição para uma respeitável 11ª colocação. Vejam abaixo a classificação completa de 2011, comparada com as classsificações de 2009 e 1855:

O estudo levou em consideração apenas os primeiros vinhos de cada château. Mas se tivessem sido incluídos na análise, o Carruades de Lafite seria posicionado como um Premier Cru. Nada mal para um segundo vinho! Confiram abaixo a classificação dos segundos vinhos se tivessem sido considerados: