Mais dois rótulos espanhois degustados por estes dias na Grand Cru Vitória. Desta vez a região foi Rioja, maior produtora de vinhos da Espanha, seguida po Ribera del Duero e Priotat. A região é dividida por três distritos, Rioja Alavesa, Rioja Alta e Rioja Alta.     

A uva tinta predominante é a tempranillo, mais as regras da região permitem mais três uvas “tintas”, Garnacha, Graciano e Mazuelo, na composição do vinho. Fugindo a regra, alguns produtores usam a Cabernet Sauvignon também no vinho.

Os vinhos de Rioja são classificados como:

Crianza: amadurecem por dois anos, um em bariil e um ano em garrafa.

Reserva: amadurecem por tres anos, dois em barril e obrigatoriamente um em garrafa.

Gran Reserva: amadurecem por cinco anos, dois em barril e mais tres em garrafa.

Para informações sobre a vinícola, visite o seu site: http://www.herascordon.com

Heras Cordon Reserva 2004 – 85% Tempranillo, 10% Mazuelo e 5% Graciano – Rioja – 13% Alc – ST (91) RP (92) – 120,00

Visual já mostrando ligeira evolução, aromas característicos de frutos secos, caramelo, baunilha e carvalho. No palato se mostrou elegante, equilibrado, taninos suaves, acidez viva com retrogosto frutado e uma boa persistência.

Heras Cordon Vendimia Seleccionada 2007 – 85% Tempranillo, 10% Mazuelo e 5% Graciano – Rioja – ST (88) RP (90) – 78,00

Visual acastanhado, aromas de fruta madura, ameixa em calda, cereja, baunilha e uma leve especiaria. No paladar se mostrou ainda novo, com taninos firmes, acidez viva, acredito ser um vinho com boa capacidade de evolução.