Sexta feira ao degustar este belíssimo vinho Verde falava com um amigo do porque se consome tão pouco vinho branco no Brasil apesar do clima tropical. Acho que está faltando que as pessoas conheçam os bons brancos.

Na Decanter Wine Show tive a oportunidade de conversar pessoalmente com o produtor deste vinho, Anselmo Mendes, que na minha opinião é um dos 10 melhores produtores e enólogos para elaboração de vinhos brancos do mundo.

A região do Minho, lar do vinho verde, fica no extremo Nordeste de Portugal, bem na divisa com a região de Rias Baixas da Espanha. Sofre grande influencia do oceano Atlântico se beneficiando dos ventos marítimos. O solo é granítico e pedregoso.

Este vinho passa por 3 meses em tanques de inox.



Avaliação Pessoal:

Um dos melhores brancos que degustei até hoje, no nariz se mostrou vivo com aromas florais e minerais. No paladar uma estupenda acidez equilibrada, aliado a um grande frescor, confirmando boa fruta, permanecendo por bom tempo em boca. Muito agradável!!!

A harmonização foi perfeita com o prato elaborado no Sabor D Espanha com posta de peixe.

Portugal – Minho – Vinho Verde – Sub-região de Monção – 100% Alvarinho – 13% Alc – ST (94) – Decanter / Ville du Vin – Siga o Blog Vivendo a Vida no Twitter

“A razão de fazer vinhos é serem reconhecidos e acima de tudo exprimirem a originalidade da Terra onde nascem. Essa terra é Portugal e é onde eu quero cada vez mais fazer vinhos de excelência que acrescentem valor e como produto cultural entrem na galeria de internacionalização da cultura portuguesa. À TERRA, AO VINHO E À VIDA.” Anselmo Mendes