Bahia retira Substituição Tributária para vinhos

Decisão é comemorada pela indústria vinícola, já que não é preciso antecipar o pagamento do ICMS a partir do dia 1º de outubro

O Governo do Estado da Bahia anunciou a suspensão da necessidade de destacar na nota fiscal o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de Substituição Tributária (ST) para vinhos. Na prática, as empresas ficam desobrigadas de pagar o tributo de forma antecipada. A decisão vale a partir do próximo dia 1º e foi publicada nos decretos nº 16.984, de 24 de agosto de 2016, e 16.987, de 24 de agosto de 2016. Nas vendas para a Bahia, somente deverá ser destacada a taxa de 7% de ICMS.

O coordenador de Informações Tributárias e Auto Controle do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Darci Dani, explica que o pagamento antecipado da ST retira a competitividade do vinho brasileiro perante o importado e restringe o mercado. “Torcemos para que esta decisão do estado da Bahia seja tomada em outros estados para que as vinícolas tenham melhores condições de acessar novas praças, sem comprometer o equilíbrio financeiro”, avalia. Dani afirma que, como o pagamento da diferença entre as alíquotas estaduais deve ser realizado no momento da venda, o mecanismo acaba reduzindo o capital de giro das vinícolas. “Apesar de não ter impacto no preço final, o fim da cobrança da ST na nota fiscal dá um fôlego extra para a indústria”, acredita. 

O Ibravin vem trabalhando junto ao Governo Federal e aos governos estaduais para a redução da tributação de vinhos. O principal pleito é a redução do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) dos atuais 10% para 6%. Outra reivindicação é a inclusão das micro e pequenas vinícolas no Simples Nacional. O trabalho junto aos estados é focado na diminuição da Margem de Valor Agregado (MVA) que compõe as alíquotas de ICMS e na suspensão da ST.

O vinho perfeito para harmonizar com Bacalhau

Recentemente aconteceu aqui em Vitória um evento especial da CVRA – Comissão Vitivinícola Regional Alentejana, organismo que certifica e promove os Vinhos do Alentejo, Portugal. Uma ótima oportunidade para conhecer na taça novas safras de velhos conhecidos e novos rótulos.

Dentre os vários rótulos que provei dois me chamaram bastante atenção. Se trata do “Bacalhau” Escolha Tinto e Branco, um desafio que o reconhecido enólogo Paulo Laureano lançou para criar um vinho perfeito para harmonizar com esta iguaria lusitana, o Bacalhau.

Após oito receitas de bacalhau preparadas pela equipe do chef Vítor Sobral, durante dois dias de provas por parte de especialistas, chegou-se ao resultado final.

No primeiro dia foram testados 4 vinhos brancos e quatro vinhos tintos de várias regiões vinícolas portuguesas. No segundo dia, após eliminação, sobraram dois vinhos bancos e dois vinhos tintos. Os testes foram repetidos duas vezes para se chegar a um resultado seguro.

“Foram analisadas todas as respostas. Eliminaram-se os vinhos com maior discrepância de resultados e chegou-se aos dois, um tinto e um branco, que mostraram a maior consensualidade entre o painel de provadores. Penso que o objetivo foi atingido”, comenta o enólogo Paulo Laureano.

O resultado é o Bacalhau Escolha branco (100% Antão Vaz) 13% – mais estruturado, gordo, com estágio em madeira, porém elegante e fresco e o Bacalhau Escolha tinto (Aragonez, Trincadeira, Alicante Bouschet e Tinta Gross) 14%, também com o mesmo estilo do branco, mais untuoso. Ambos os vinhos são da região de Vidigueira. 

Os vinhos são importados no Brasil pela www.adegaalentejana.com.br e disponível pelo preço médio de 170 reais nos habituais pontos de venda da marca.

Cerveja com café capixaba será lançada sábado na boutique de carnes MeatPack

Lançamento da cerveja ‘Cafezando’, da cervejaria DuRock, acontece neste sábado, dia 1º de outubro, na boutique de carnes, na Praia do Canto

Além da seleção dos melhores cortes de carnes, a boutique de carnes MeatPack, na Praia do Canto, também se destaca por estar sempre antenada nas novidades em molhos, temperos e lançamentos no mundo das bebidas. E é por isso, que neste sábado, dia 1º de outubro, os empresários Edmilson Varejão Jr e Tiago Lacerda recebem na loja ao longo da tarde para lançamento inédito de uma nova cerveja artesanal capixaba, a ‘Cafezando’ da cervejaria cigana DuRock.

A ‘Cafezando‘, produzida em Aracruz, mistura cerveja capixaba com café capixaba. Baseada no estilo Brown Porter, a cerveja possui aroma com notas toffee, café, torra. Sua cor marrom opaca lembra o café. A cerveja possui ainda espuma bege e cremosa, corpo baixo com sabor de café e maltes especiais, baixo amargor 25(IBU) e 4% de álcool. É uma ótima opção para ser harmonizado com carnes e sobremesas.

Segundo o cervejeiro Felipe Araújo, criador da ‘Cafezando’, essa é uma cerveja que representa o Espírito Santo. ‘Além de ser feita por mim, que sou capixaba, ela é produzida em uma indústria capixaba com ingredientes capixabas, com o nosso famoso café, que faz sucesso em todo país. Esse nosso novo rótulo é cheio de aromas da terra e também cheio sentimentos’, explica o cervejeiro.

A MeatPack já é um ponto de venda da ‘Cafezando’ em Vitória. O valor da garrafa de 600 ml é R$ 25.

Sobre a DuRock

Para quem não conhece, a DuRock é uma cervejaria cigana que surgiu em Aracruz, no interior do Espírito Santo. O cervejeiro Felipe Araújo, depois de experimentações caseiras resolveu levar a sério a produção de cerveja artesanal saindo do ambiente caseiro para a fabricação da cerveja na indústria e assim entrar no mercado de cervejas especiais.

MeatPack – Rua Afonso Claudio, 149, Praia do Canto. Telefone: 3026 5646

Horário de funcionamento: de terça à sexta das 10h às 23h (Happy hour das 18h30 às 23h para consumo no local de carnes e bebidas). Sábado das 10h às 18h30 e domingo das 10h às 14h30.

Qual será o seu próximo destino? A Veuve Clicquot aponta o caminho!

Para homenagear a história da presença internacional da marca pelo mundo, a Veuve Clicquot lança duas novas embalagens com inspiração em viagens: Clicquot Arrow e Clicquot Trunk

Qual será o seu próximo destino? A charmosa embalagem Clicquot Arrow aponta o caminho! Uma reinterpretação dos tradicionais sinais de trânsito, a nova Arrow, de metal e estilizada, traz uma garrafa do Veuve Clicquot Yellow Label. Em formato de seta apresenta uma seleção de 29 destinos, entre eles estão: Rio de Janeiro, Ibiza, St. Tropez, Paris, Milão, Nova York, Miami, Las Vegas, Mykonos, Tóquio, Sydney, Istambul, Cape Town e muitos outros. A Clicquot Arrow traz também a distância, calculada em quilômetros, a partir de Reims, o centro da produção da Maison Veuve Clicquot.

A segunda nova embalagem é inspirada nas malas vintage, a Clicquot Trunk, feita em couro sintético, papelão resistente, dobradiças e fechaduras articuladas, chega estampada e cheia de história pra contar, assim como as malas de viajantes experientes. Em seu interior uma garrafa de 750 ml do champagne Veuve Clicquot Yellow Label para celebrar o próximo destino.

Wine Movie Peterlongo une cinema, espumante e vinhedos

O sol começava a adormecer quando o jardim da Vinícola Peterlongo, de Garibaldi (RS), passou a ser povoado por convidados curiosos para viver a experiência do Wine Movie Peterlongo, que teve seu preview dia 23 de setembro. Num cenário primaveril, cinema, vinhos e espumantes formaram o tripé da atração enoturística mais inusitada do momento. Uma centena de pessoas deixou se envolver pelos atrativos, especialmente preparados para entrar no clima vintage. Agora, é contar os dias para a primeira sessão aberta ao público, ‘Os Senhores da Guerra’, no dia 21 de outubro.

Os convidados para assistir ‘O Jardim Secreto’, na última sexta-feira, foram recepcionados por nada mais, nada menos que Marilyn Monroe e Charlie Chaplin. Conforme ia anoitecendo, atendentes vestidos a caráter circulavam pelo jardim com bandejas de pipoca, amendoim e balas, além da entrega de uma taça personalizada onde foi possível degustar espumantes, vinho e suco de uva. A Devorata Trufas Artesanais, que estará presente nas próximas sessões, marcou presença com a distribuição de trufas com recheio a base de espumante.

Durante os 101 minutos de filme todos se acomodaram nas almofadas, tapetes e bancos de palets distribuídos pelo jardim, sob uma enorme nogueira, centenária como a vinícola. Nem mesmo o forte vento espantou o público, que se acomodou com olhos atentos à tela de 8×5 metros com projeção HD, montada ao lado do castelo da Peterlongo tendo o centro da Capital Brasileira do Espumante como pano de fundo. O céu estrelado testemunhou o clima mágico do local, me meio aos vinhedos.

O projeto é inédito em terras brasileiras e promete encantar turistas e visitantes que passam pelas históricas instalações da vinícola. Para o sócio diretor da vinícola, Luiz Carlos Sella, a centenária Peterlongo cruzou períodos na vanguarda dos acontecimentos. “Ao atravessar 100 anos, a Peterlongo segue inovando, respirando grandes histórias e permitindo que apreciadores de vinho e espumante aliem o prazer de bem beber com experiências como esta”, destacou.

Os Senhores da Guerra

O Wine Movie será aberto ao público no dia 21 de outubro, às 19h30min, com a exibição do filme brasileiro em lançamento em todo o país ‘Os Senhores da Guerra’. A direção e roteiro é de Tabajara Ruas e o elenco conta com Rafael Cardoso, André Arteche, Leonardo Machado, Marcos Breda, Elisa Brites, entre outros.

O filme traz cenas gravadas em Garibaldi. Serão 2h04min de um drama vivido pelos irmãos Júlio e Carlos. Amigos, cultos e ricos, são separados pela Revolução de 1923, que divide o Rio Grande do Sul entre chimangos e maragatos. Júlio é prefeito, está com os primeiros, enquanto Carlos é revolucionário, maragato. As ideias são opostas, mas o sangue é o mesmo e a prova se dá em uma grande batalha. O filme não é recomendado para menores de 14 anos. 

Serão disponibilizados 80 ingressos com entradas à venda por R$ 25, antecipadas, e R$ 30, na hora. O ingresso, à venda no varejo da Vinícola Peterlongo, dá direito a uma taça personalizada com uma dose de espumante, vinho ou suco de uva. Como o evento é ao ar livre e à noite, recomenda-se que as pessoas levem uma manta. Em caso de chuva ou mau tempo o evento será cancelado.

Wine Dinner Fasano: 10 safras de Château Mouton Rothschild

Dois wine dinners muito especiais acontecerão nos dias 25 e 26 de outubro no Restaurante Fasano São Paulo. Trata-se de um jantar harmonizado, num dos melhores restaurantes do Brasil, com uma vertical dos míticos vinhos Château Mouton Rothschild. E mais, uma vertical de dez safras que cobrem a década de 1980, ou seja, a melhor década de todos os tempos. Pela primeira vez no Brasil será possível provar num único jantar as dez safras deste vinho que é um dos mais desejados do mundo.

O evento organizado pela importadora Clarets, que entrou em operação no país em 2012, tem parceria com o Hotel Fasano para este evento. A curadoria e apresentação dos vinhos será do sommelier Manoel Beato.

Fundada e administrada por Guilherme Lemes, apaixonado por vinhos e entendedor da área, a Clarets vem ganhando cada vez mais espaço no mercado de vinhos de alta gama e rótulos que estão sempre entre os mais comentados no mercado de luxo.

O jantar terá menu elaborado pela equipe Fasano com três pratos principais e uma seleção de queijos no final. A recepção será com Champagne Cristal Brut 2007; os pratos principais serão harmonizados com dez taças, cada uma com 50 ml de cada safra de Château Mouton Rothschild. A seleção de queijos será acompanhada de uma taça de Château d’Yquem safra 1995. O valor do jantar, por pessoa, é de R$ 5.490,00. Reservas podem ser feitas pelo telefone 11 3150 5555.

SERVIÇO:

Wine Dinner 10 Safras de Château Mouton Rothschild (década de 80)

Data: 25 e 26 de Outubro

Local: Hotel Fasano

Valor do investimento R$ 5.490,00 por pessoa

Reservas: 11 3150-5555

Sobre a Clarets.

A Clarets é uma importadora de bebidas fundada em 2012 por Guilherme Lemes, apaixonado por vinhos e entendedor da área.

Desde a fundação o objetivo foi trazer para o mercado brasileiro a política de preços competitivos aplicada nos países desenvolvidos.

Com logística organizada para importar dos principais países produtores de vinhos e derivados, como França, Portugal, Itália, Suíça Espanha e Estados Unidos. O foco da Clarets são estes países. As importações são feitas sempre de forma direta, sem intermediários.

Atua fornecendo para os melhores restaurantes e lojas de São Paulo. Também tem uma equipe altamente qualificada para atender clientes pessoa física. O atendimento tanto para pessoa física quanto jurídica é personalizado, com auxílio de sommeliers e vendedores com vasta experiência, objetivando estabelecer vínculos duradouros.

www.clarets.net.br

Outlet de vinhos no Shopping Vitória com descontos de até 50%

Entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro, das 10 às 22 horas, acontece a 1ª edição do Outlet de Vinhos, no 2º piso do Shopping Vitória. O espaço colocará à venda, com descontos de até 50%, mais de 100 rótulos de diversos países, como Chile, Portugal, Espanha, França, Argentina, Itália, Brasil, entre outras nacionalidades apreciadas em todo o mundo.

Durante o evento, os capixabas também terão ainda a oportunidade de fazer a degustação de bebidas e conhecer as diferenças de aromas e notas entre os vinhos produzidos nas vinícolas Nieto Senetiner, Santa Helana, Salton, Miolo, Santa Carolina, Concha y Toro. As sommeliers Isis Nunes e Marcia Lopes estarão à disposição do público para dar dicas de harmonização, além de esclarecer dúvidas sobre os vinhos.

Na lista de ofertas há opções para todos os gostos e bolsos. Destaque para o espumante nacional Salton Séries Brut (R$ 18,90), além do vinho português Aragonês (R$ 60,00 – na compra 1 garrafa, leva outra). Já para quem busca sugestões mais sofisticadas, a dica são os vinhos australiano Mitolo Savitar Shiraz (R$ 175,00) e o italiano Caldora Yume Montepulciano D’Abruzzo (R$ 108,00).

Quem fizer compras a partir de R$150,00 poderá participar do sorteio de almoços, jantares e cafés da manhã com acompanhante em estabelecimentos localizados em Vitória e Vila Velha. Os ganhadores serão conhecidos no sábado, a partir de 21h. Entre as premiações estão vouchers nos restaurantes Porto do Bacalhau, Sushimar, Cantinho Gaúcho, Gol Burguer, Coronel Picanha, Confort Hotel, Belas Ondas, Espetinho da Vila, Trindade, entre outros points gastronômicos.

MasterChef Profissionais: Conheça os 14 participantes

Quem será o primeiro MasterChef Profissional do Brasil? A disputa começa na próxima terça-feira, dia 4, e promete ser emocionante com provas ainda mais complicadas.

Ao todo, 14 cozinheiros profissionais com experiência em restaurantes ou projetos gastronômicos vão tentar convencer os chefs Erick Jacquin, Henrique Fogaça e Paola Carosella que merecem conquistar o título do programa.

Conheça os candidatos abaixo:

Dário Costa

Dário Costa, 28 anos, nasceu em Santos, no litoral de São Paulo. Casado, ele aposta no filho como seu amuleto da sorte. Conheceu o mundo da gastronomia na Nova Zelândia, quando  começou na limpeza de um restaurante e subiu até virar cozinheiro. Também trabalhou na Itália e em navios na Indonésia. Acredita que foi escolhido pela culinária e está satisfeito com o seu trabalho. Atualmente, comanda um restaurante em sua cidade natal.

Dayse Paparoto


Dayse Paparoto, 31 anos, nasceu em Mogi das Cruzes. Mudou para São Paulo aos 19 anos, onde trabalhou com o chef Laurent Suaudeau e no Buffet Fasano, além do Due Cuochi, em que era comandada por Ivo Lopes, também participante do MasterChef. Atualmente, ela coordena a cozinha do Feed Food, em Pinheiros.

Eliane Carvalho


Eliane Carvalho, 54 anos, é formada pela Le Cordon Bleu Paris e divide o seu tempo entre Cuiabá e São Paulo. Mãe de gêmeas e empresária, decidiu mudar radicalmente de vida e ficou longe da família dois anos para estudar gastronomia. Dona do Bire Bistrô, na capital mato-grossense, e autora do livro “Cozinhando com Poesia”, com poemas de Gabriel Chalita, se prepara para editar uma nova obra focada em receitas que combinem as quatro estações do ano.

Fádia Cheiato


Fádia Cheiato, de 25 anos, mora com os pais em Americana, no interior de São Paulo. Formada pelo Senac Águas de São Pedro, está construindo um restaurante especializado em culinária árabe. Enquanto não abre o empreendimento, investe na “Sheik”, uma empresa de delivery.

Fernanda Emerich


Fernanda Emerich, 27 anos, é do Rio de Janeiro e gosta de conhecer a culinária dos países que visita. Teve que enfrentar a família, que gostaria que ela fosse advogada, para poder trabalhar com gastronomia. Tecnóloga em Gastronomia, abriu uma marca de lingeries antes de bater o pé para voltar ao mercado. No momento, atua como personal chef.

Ivo Lopes


Ivo Lopes, 40 anos, nasceu em João Alfredo, no interior de Pernambuco, e já acumula 25 anos de experiência no mundo da gastronomia. Autodidata, ele comandou cozinhas importantes, como a do Pomodori e Due Cuochi, ambos em São Paulo, e chegou a conquistar prêmios por reconhecimento ao seu trabalho. No momento, trabalha como chef consultor da rede Alessandro & Frederico, no Rio de Janeiro, além de prestar consultoria em São Paulo e em Curitiba.

Izabela Dolabela


Izabela Dolabela, 30 anos, pratica triatlo e mora em Belo Horizonte com o marido e os cachorros Charles Henrique e Maria Stella. Formada em gastronomia, é adepta da cozinha funcional e se considera uma digital influencer. Dona de um canal no YouTube, o “Casando Sim!”, ensina receitas que considera sofisticadas.

Izadora Dantas


Aos 31 anos, Izadora Dantas busca referências em viagens e pesquisas. Mora com o filho Antonio, de quatro anos, e desenvolve o projeto “Apartamento 8”, em que recebe pessoas em sua casa e cozinha jantares surpresas. Formada em gastronomia, sonha em ter um ambiente maior com jardim e mesas simpáticas para receber as pessoas, além de desenvolver um projeto social que envolva comida.

João Lima


João Lima, 30 anos, foi criado praticamente pela avó e cresceu entre Recife e São Paulo. Acumula experiência em vários restaurantes, já foi chef de confeitaria na Pousada do Zé Maria, em Fernando de Noronha, e no Due, da Bel Coelho, em São Paulo. Atualmente, é professor universitário no Senac.

Luiz Filipe Jacob


Luiz Filipe Jacob tem 25 anos, mas diz ter uma alma de 80. Tem entre os hobbies apreciar um bom charuto e um brandy de qualidade enquanto ouve Frank Sinatra e Edith Piaf. Fã do chef Massimo Bottura, começou a cozinhar aos 15 anos, fez estágios em Nova York e morou na Itália. Especialista em massa, trabalha em um resort cinco estrelas em São Roque, em São Paulo.

Marcelo Verde


Marcelo Verde, 27 anos, cozinha profissionalmente desde os 19 anos. Começou em um restaurante japonês, passou pelo Clos de Tapas, Kaa e Hotel Unique antes de partir para Portugal para trabalhar no Belcanto, restaurante com duas estrelas Michelin.

Priscylla Luswarghi


Priscylla Luswarghi tem 27 anos. Como cozinheira profissional, já trabalhou em um restaurante italiano por um ano e fez estágio no Dalva e Dito, do renomado chef Alex Atala. No momento, atua em um restaurante contemporâneo espanhol em São José do Rio Preto, interior de São Paulo.

Ricardo Bonomi


Ricardo Bonomi, 40 anos, cresceu em Santos e mora com a mãe, que é a sua inspiração. Sério quando está na cozinha, já apresentou um programa de gastronomia e tem um canal no YouTube chamado “Open Kitchen com Ricardo Bonomi”. Trabalhou por cinco anos no Grupo Fasano, passou pelo Aguzzo Café i Cucina e pelo Dom. Atualmente, comanda o Cevicheria y Los Otros, restaurante no Itaim Bibi, São Paulo, em que é chef e proprietário.

Rodrigo Einsfeld


Rodrigo Einsfeld, 35 anos, deixou a casa dos pais aos 17 para trabalhar como modelo e ator. Aos poucos, mudou para o mundo da gastronomia e procurou formação profissional. Morou em Chicago, nos Estados Unidos, onde se especializou. Trabalha como chef há oito anos e tem passagem pelo restaurante Stuzzi, da chef Paula Prandin, no Rio de Janeiro, e no Arola Vintetres, de culinária espanhola sofisticada. Há dois anos abriu o Barê, nos Jardins (São Paulo), em sociedade com o ator Malvino Salvador. Lutador de jiu jisu, ele é casado e tem um filho de 11 meses.

Conheça os 50 melhores restaurantes da América Latina 2016

Cerca de 250 profissionais do mercado gastronômico foram responsáveis por eleger os 50 melhores restaurantes da América Latina 2016. A cada um deles também coube decidir o conceito de “melhor” – já que, segundo os próprios organizadores, “não existem critérios pré-determinados”.

O ranking, 50 Best, começou a ser divulgado nesta segunda-feira (26), na Cidade do México, as 22h30 (horário de Brasília). 

Aqui está a lista dos 50 melhores restaurantes da América Latina: Brasil com nove na lista!!!

50. Buenos Aires, Argentina, “Pura Tierra”

49. Chia, Colombia, “Andrés Carne de Res”

48. Ciudad de México, México, “Dulce Patria”

47. Asunción, Paraguay, “Tierra Colorada Gastro”

46. Punta del Este, Uruguay, “Labourgogne”

45. Sao Paulo, Brasil, “Tuju”

44. Belem, Brasil, “Remanso do Bosque”

43.  Santiago de Chile, Chile, “Osaka”

42. Mendoza, Argentina, “1884”

41. Lima, Perú, “Isolina”

40. Bogotá, Colombia “Hary Sasson”

39.  Valle de Guadalupe, México, “Corazón de tierra”

38. Lima, Perú, “Malabar”

37. Ciudad de México, México, “Nicos”

36.  Ciudad de Panamá, Panamá, “Maito”

35. Buenos Aires, Argentina, “Chile”

34. Lima, Perú, “Fiesta”

33. Buenos Aires, Argentina, “La Cabrera”

32. Caracas, Venezuela, “Alto”

31.  Buenos Aires, Argentina, “Elena”

30. Lima, Perú, “Rafael”

29. Bogotá, Colombia, “Criterión”

28. Sao Paulo, Brasil, “Mocotó”

27. Lima, Perú, “Osso carnicería y salumería”

26. Buenos Aires, Argentina, “Aramburu”

25. Rio de Janeiro, Brasil ” Roberta Sudbrack”

24. São Paulo, Brasil, “A Casa do Porco”

23. José Ignacio, Uruguay, “Parador La Huella”

22. Santiago de Chile, Chile, “99”

21. Buenos Aires, Argentina, “Don Julio”

20. Santiago de Chile, Chile, “Ambrosía”

19. Monterrey, México, “Pangea”

18. Río de Janeiro, Brasil, “Lasai”

17. Río de Janeiro, Brasil, “Olympe”

16. Bogotá, Colombia, “Leo”

15. Toluca, México, “Amaranta”

14. La Paz, Bolivia, “Gustu”

13. Buenos Aires, Argentina, “El Baqueano”

12. Lima, Perú, “La Mar”

11. Ciudad de México, México, “Sud 777”

10. Ciudad de México, México, “Biko”

9. Buenos, Aires Argentina, “Tegui”

8. São Paulo, Brasil, “Maní”

7. Lima, Perú, “Astrid y Gastón”

6. Ciudad de México, México, “Quintonil”

5. Ciudad de México, México, “Pujol”

4. Santiago de Chile, Chile, “Boragó”

3. São Paulo, Brasil, “D.O.M.”

2. Lima, Perú, “Maido”

1. Lima, Perú, “Central”

 

Casal Mendes Blue: o primeiro ‘vinho’ azul de Portugal

Já ouviu falar no vinho azul? O primeiro produzido no mundo foi o espanhol Gik, e agora chegou a vez de Portugal com o Casal Mendes Blue, nova aposta da Bacalhôa Vinhos de Portugal.

Segundo a empresa ele foi criado para “satisfazer o desejo e a procura por uma bebida mais saborosa, refrescante e envolvente, para partilhar com amigos”. Tem apenas 10% de teor alcoólico e é levemente frisante.


O vinho tem como base o Casal Mendes Branco, e chega a cor azul após adição de corantes, que o produtor afirma ser de origens naturais.

Pesquisando sobre o produto verifiquei que o IVV (Instituto da Vinha e do Vinho), órgão que regulamenta o vinho em Portugal classificou o Casal Mendes Blue como “bebida aromatizada à base de vinho”. Ou seja, não é considerado ‘vinho’ pelo IVV.

Polêmicas à parte, o sucesso é inegável. Ainda não está disponível para exportação. Cada garrafa custa €2,99 no mercado europeu.