search engine optimizationsubmit websiteemail extractor

Archive for dezembro, 2012

Olá! Hoje estou estreando a minha coluna semanal “Vivendo a Vida” no Caderno Prazer & Cia do Jornal A Gazeta (Vitória-ES). Quero dizer que estou muito contente, um belo presente. Estarei escrevendo sobre assuntos e eventos relacionados ao mundo do vinho. A proposta é indicar rótulos de bom custo x benefício, estratégias de harmonização e dicas de degustação voltadas para leigos e para os mais iniciados. Na coluna de hoje falo sobre um tema bastante interessante. Os Clubes de Vinhos. Espero que gostem.

Saúde!

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook

Para ajudar você a escolher um bom espumante para festa da virada, o blog Vivendo a Vida elaborou uma lista para todos os “bolsos” privilegiando os rótulos nacionais, que estão com uma ótima qualidade. Os valores e locais listados representam o resultado de uma pesquisa de preço em Vitória e Vila Velha, ganhando destaque o melhor.

  • Monte Paschoal Brut (Brasil) – R$ 19,90, supermercado Perim
  • .Nero Moscatel (Brasil) – R$ 25,80, no supermercado Perim
  • Miolo Brut ( Brasil) – R$ 31,90, no supermercado Carone
  • Rio Sol Rosé (Brasil) – R$ 29,00, na Enótria
  • Casa Valduga Arte 12 meses (Brasil) – R$ 27,00, no supermercado Perim
  • Cave Pericó Brut Rosé (Brasil) - R$ 37,80, no supermercado Perim  
  • Quinta Don Bonifácio Brut – (Brasil) – R$ 39,00
    na Casa do Porto (Vila Velha) 
  • Adolfo Lona Brut Rosé (Brasil) R$ 39,00
    na Espaço D.O.C.
  • Cave Pericó Brut Rosé (Brasil) - R$ 37,80, no supermercado Perim  
  • Chandon Brut (Brasil) kit – 6 garrafas 750ml + 1,5 magnum grátis – R$ 289,00 (37,80 unidade) – Supermercado Carone
  • Amadeu Brut (Brasil) – R$ 41,90
    – no supermercado Carone
  • Cave Geisse Brut (Brasil) – R$ 54,00
    – na Ville du Vin
  • Cave Geisse Blanc de Noir (Brasil) – R$ 79,00, na Ville du Vin
  • Miolo Milesimé Brut (Brasil) – R$79,90, no Carone
  • Casa valduga 130 (Brasil) – R$ 85,00, na Expand

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook


O Guia Copo & Alma – Melhores Vinhos do Ano celebra a sua oitava edição, tendo sido em 2010 transportado para a versão digital, tornando-se assim o primeiro guia eletrónico de vinhos do país de Portugal. O guia traz-lhe a melhor informação, notas de prova e uma seleção pessoal de Aníbal Coutinho dos vinhos que marcam o ano 2013. É a oportunidade de conhecer o que de melhor se faz em Portugal – vinho.

Portugal -2012

Mesmo não contendo álcool em sua composição e de sua embalagem mostrar apenas personagens infantis, o produto “Disney Spunch” tem uma garrafa muito parecida com as tradicionais de espumantes, que contêm álcool e são destinados ao público adulto.

O Procon do Paraná e o Ministério Público, multaram a empresa Cereser do Brasil em R$ 1.1 milhão, e de determinaram o recolhimento dos produtos “espumante para criançasSpunch” das áreas de venda dos supermercados do Estado em 24 horas. De acordo com as entidades, o produto induz o público infantil ao consumo de bebidas alcoólicas. A empresa tem um prazo de dez dias para se pronunciar.

A Defensoria Pública de São Paulo recomendou para que retire do mercado a bebida.

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook

Um brinde gelado de espumante combina com o verão e com as festas de final de ano. E os frequentadores de três praias brasileiras vão poder degustar essa bebida à beira mar. A Miolo está levando a ação de venda de espumantes em carrinhos para o Rio de Janeiro, Santa Catarina e, pela primeira vez, Alagoas.

A ação em Alagoas será nas praias de Ponta Verde, em Maceió, e Barra de São Miguel, na região metropolitana. A partir da primeira semana de janeiro até o Carnaval, um carrinho vai circular nas areias de cada praia com espumantes da linha Terranova, que serão comercializados em garrafinhas de 250ml ou em tacinhas de acrílico.

Em Santa Catarina, onde a venda já ocorre há três anos, o foco será as praias Jurerê e Jurerê Internacional. Os carrinhos com garrafas de 250 ml de espumante brut e moscatel da linha Terranova vão circular das 11h às 19h, de 17 de dezembro a 17 de fevereiro. Os preços partem de R$10.

O carrinho de espumantes da Miolo também estará pela primeira vez em Búzios (RJ). Lá a venda ocorre na praia João Fernandes, uma das mais badaladas da cidade, em parceria com o Club La Plage. A venda vai até o dia 17 de fevereiro, das 9h às 19h. Os consumidores podem optar por utilizar taças acrílicas ou canudos especiais para a bebida, podendo utilizar  o espaço do clube na areia, com mesas, cadeiras, sombreiros e champanheira.

Quando será que chega a Vitória…?

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook

Ultimamente venho tendo boas surpresas com vinhos elaborados com a uva Pinot Noir. Dessa vez a surpresa foi dupla. Tive a oportunidade de provar um Rosé (100% Pinot Noir) do Atelier Tormentas e o seu aclamado Tormentas Fulvia Garagem Pinot Noir 2011, considerado por alguns críticos, entre eles Ed Motta e Didu Russo, como o melhor vinho brasileiro.

Elaborados por Marco Danielle, os vinhos do Atelier Tormentas são produzidos com uvas de vinhedos localizados em Encruzilhada do Sul e Campos de Cima de Serra (RS). Conseguiu colocar rapidamente seus vinhos de pequena produção (garagem) na taça de grandes apreciadores do Brasil e do mundo, causando ótimas impressões. Vinhos esses que tem um DNA próprio, completamente diferente dos já produzidos aqui no Brasil. Verdadeiros Vinhos de Autor.

Um detalhe descrito por ele, é que houve um ledo engano na afirmação de que seus vinhos são naturais, “bio”. Para isso teria que usar 100% de uvas orgânicas. Porém é na vinificação, por não usar aditivos, e de fazer vinhos com pouco ou nenhum conservante, leva fama de vinhos naturais. “É preciso saber entender a diferença entre viticultura e vinicultura. Você pode fazer o caminho inverso, ou seja, partir de um vinhedo orgânico e usar aditivos ou SO2 (conservante) alto na cantina. Das duas situações, não sei qual é a pior.” Diz ele ao Blog Bio Vinho.

Contra rótulo: (Rosé)De tempos em tempos, sempre que as condições permitem, elaboro pequenos lotes de vinhos experimentais, sem fins comerciais, apenas para o meu prazer e para compartilhar com amigos. Parte desse vinho é oferecida em única mensagem os clientes do Atelier. Terminando rapidamente, só os mais atentos a nossa comunicação conseguirão reservar suas garrafas. Eis aqui uma campesina desnudada dos costumeiros trajes de gala – um pouco como outrora, quando vinho fora um produto da terra“.

Avaliação Pessoal: ST (91) – Atelier Tormentas Rosé (100% pinot noir) – 12% – Encruzilhada do Sul – RS – Brasil – Produção: 270 garrafas – Esgotado para a venda. (Sem rótulo frontal)

  • Na taça apresentou características diferentes de todos os Rosés que já provei até hoje. Já começa pelo belo visual acobreado (casca de cebola), límpido e brilhante. No nariz intriga pela nota inicial de cerveja, que com o tempo e mudança para uma taça mais aberta, abriu um fruta delicada e limpa, lembrado pitanga e um certo floral. O paladar é leve, bastante seco, com ótima acidez, álcool integrado, com um potencial gastronômico evidente. Encantador.

Avaliação Pessoal: ST (90)Atelier Tormentas Fulvia Pinot Noir Garagem 2011 – 100% Pinot Noir – 12% – Encruzilhada do Sul – RS – Brasil – Vinificado sem adição de SO2 pré-fermentário, com leveduras selvagens – Produção: 1.600 garrafas – R$ 120,00.

  • Pela primeira vez na taça, apresentou um nariz com notas florais, frutadas com morango fresco e um leve toque de baunilha, devendo evoluir com tempo de garrafa. Na boca mostra elegância, com taninos levemente doces, macios, arredondados e uma boa acidez. Tudo equilibrado. Daqueles vinhos que você bebe uma garrafa sozinho, fácil. Estava ansioso pra beber esse vinho e gostei muito, mas não me surpreendi. Talvez pela enorme expectativa.

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook

A Domno Brasil, especializada na produção e importação de vinhos de qualidade e prestígio internacional, passa a importar vinhos italianos e espanhóis. Hoje, a Domno importa, com exclusividade, vinhos da Argentina (Vistalba), do Chile (Yali), de Portugal (Enoport) e da França (Grupo Advini). Assim, a Domno tem agora em seu portfólio vinhos dos seis principais países produtores consumidos pelos brasileiros. “Juntos, Argentina, Chile, Portugal, França, Itália e Espanha são responsáveis por 95% dos vinhos consumidos no Brasil”, informa o diretor-administrativo da Domno, Jones Valduga

A vinícola e importadora brasileira trará 11 rótulos das duas principais regiões produtoras da Itália. As vinícolas selecionadas foram Pietro Rinaldi, do Piemonte, e Principe Corsini, da Toscana. Da Espanha virão sete vinhos de dois produtores e quatro regiões – Ciudad Real, Toro, Ribeira Del Duero e Rueda. “Como imigrantes italianos, é com muita emoção que passamos a trazer rótulos da Itália para o Brasil”, observa Jones Valduga, acrescentando que o “país da bota” é o terceiro que mais vende vinhos no mercado nacional. A Espanha, 6º colocado, é um dos países que mais cresce. Somente este ano o consumo de vinhos espanhóis aumentou mais de 40% até outubro. No ano passado, o aumento foi de 32%. “Agora nossos clientes terão à disposição os principais países produtores desejados pelos consumidores brasileiros”, destaca Jones Valduga.

Os novos rótulos importados pela Domno começam a chegar este mês nas principais capitais brasileiras.

A Domno do Brasil, empresa do grupo Famiglia Valduga, já é responsável pela inserção no mercado brasileiro dos rótulos Vistalba, Árido e Tomero, da Argentina; Yali, do Chile; Enoport, de Portugal; e Antoine Moueix, entre outros, da França. Além disso, a empresa também atua na produção dos espumantes Alto Vale e Ponto Nero, premiados em nível internacional.

Confira os novos rótulos importados pela Domno

 Itália

. Pietro Rinaldi – do Piemonte (Barbaresco, Barolo Monvigliero, Barolo, Barbera d’ Alba Superiore, Barbera d’ Alba e Dolcetto d’ Alba)

. Principe Corsini – da Toscana (Zac, Dom Tommaso, Cortevecchia, Le corti, Camporsino)

Espanha

. Tinedo – da região de Ciudad Real (Cala nº 1 e Cala nº 2)

. Frontaura – da região de Toro (Frontaura Crianza e Frontaura Reserva); da região de Ribeira Del Duero (Nexus Cosecha e Nexus Crianza) e da região de Rueda o vinho branco Frontaura Verdejo D.O.

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook

Degustado por esses dias de color intenso, o Aurora Chardonnay 2011 foi elaborado com 100% de uvas procedentes de Pinto bandeira (RS). Pela sua altitude, 730 metros do nível do mar, a região tem uma vocação natural para o cultivo de uvas brancas. Foi o primeiro vinho a ser elaborado exclusivamente com uvas desta procedência e é também o primeiro produto da Aurora com o selo da (IP) Pinto Bandeira. A Indicação de Procedência destaca as vinícolas que atendem a critérios técnicos, como manejo do vinhedo, rendimento por planta e variedade de uvas utilizadas na vinificação. 

Avaliação Pessoal: ST (88) – Brasil – Pinto Bandeira – 13,5% – 100% Chardonnay – 3 meses carvalho – Preço médio: R$ 35,00

Visual amarelo palha com reflexos dourados, nariz com notas frutadas iniciais lembrando melão, pêra, migrando para milho verde, pimenta e fundo floral. Ainda são percebidos toques amanteigados e leve tostado. No paladar o corpo é médio, macio, com ótimo equilíbrio entre acidez e teor de álcool. O retrogosto é frutado, com toque de baunilha e mel. Boa persistência final. Mais um vinho brasileiro para mudar conceitos.

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook

A polícia italiana prendeu nesta terça-feira, 18, um ex-funcionário do Brunello di Montalcino – Case Basse – responsável por derramar de barris 62.600 litros de seis safras Brunello Soldera, causando um prejuízo estimado em 10 milhões de euros.

Andrea Di Gisi, que tem antecedentes criminais por roubo, disse a policia que agiu por vingança depois de não receber alojamento na propriedade.

O prefeito de Montalcino Silvio Franceschelli agradeceu a polícia, dizendo que a prisão havia restaurado “serenidade”.

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook

Recentemente provei junto a um grupo de amigos dois vinhos tintos brasileiros que chamaram bastante atenção. O primeiro foi o Preludio 2007, 12,7%, elaborado por Marco Danielle com uvas da região de Campos de Cima da Serra (RS), Brasil. É um corte bordalês – Merlot, Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc. Em sua elaboração foi utilizada a menor intervenção possível, com pequena quantidade de SO2 (conservante), somente no mosto. A fermentação ocorreu em tanque de inox, sem passagem por madeira.

  • ST (88), [R$ 50,00] – Na taça apresentou um visual vermelho-granada, sem deposito aparente. Nariz intenso, de boa complexidade, apresentado mentol, cânfora, madeira delicada, estrebaria que foi aumentando com tempo de aeração no decorrer da prova. Paladar austero, seco, médio corpo, acidez e álcool equilibrados. Taninos finos, bem evidentes. Rotrogosto confirmando o nariz, com final curto. Apesar de um final magro, mostrou um vinho bastante agradável. Se fosse às cegas falaria sem medo, Bordeaux. Muito interessante.

O segundo vinho foi o Storia 2006, 14,5%, vinho ícone da vinícola Casa Valduga, um tinto 100% Merlot, elaborado no Vale dos Vinhedos (RS) apenas em safras excepcionais, e com uma produção bastante limitada. Sua venda é realizada apenas por reserva e o cliente recebe o certificado oficial com o número da garrafa e do lote, garantindo a exclusividade do produto. Passou por 12 meses em barricas de carvalho e mais 24 meses em garrafa antes de ir para o mercado.

  • ST (90), [120,00] – Na taça apresentou um estilo totalmente diferente. Visual rubi intenso, sem halo de evolução e aromas de frutas vermelhas, esmalte e torrefação. Na boca mostra acidez média, álcool integrado, bom corpo e uma certa textura aveludada. Retrogosto frutado e um final longo. Acredito que vai evoluir bem pelos próximos 5 anos. Bastante moderno, vai agradar ao apaixonados por vinhos mais estruturados.

Nessa prova ficou evidente que precisamos dar mais valor aos vinhos brasileiros, eles merecem.

Curta a pagina do Blog Vivendo a Vida no Facebook