A designação Vintage é a classificação mais alta que pode ser atribuída a um vinho do Porto. Considera-se Vintage o vinho do Porto obtido da colheita de um só ano, e é uma denominação atribuída apenas em anos considerados de excepcional qualidade. Sofrem um envelhecimento em casco por um período máximo de dois anos e meio, sendo posteriormente envelhecidos em garrafa. O seu potencial de envelhecimento é enorme, quase imortal. Essa foi a sensação que tive ao provar Taylor Fladgate 1968 Quinta De Vargellas Vintage Porto, já com 47 anos e mostrando uma qualidade opcional. Simplesmente perfeito na minha opinião. Na taça mostrou uma complexidade incrível, notas animais de carne e couro envelhecido, vegetais, como tabaco, chá, e de torrefação, café e amêndoa torrada. Paladar concentrado, taninos sedosos, equilíbrio com ótima acidez e doçura sutil. Memorável ST (100).

A Quinta das Vargellas é propriedade da Taylor’s há mais de 100 anos, situa-se no Douro superior. Esta magnifica quinta onde as uvas são pisadas pelos vindimadores, contribui em grande parte para os vinhos utilizados nos lotes de Vintage da Taylor’s.

Nos anos em que não há Vintage declarados decide-se engarrafar um Vintage de quinta. A Quinta das Vargellas constitui a “joia da coroa” da Taylor’s, sendo reconhecida como uma das melhores vinhas do mundo. Este Vinho do Porto é de uma só colheita, irá melhorar com o envelhecimento e pode ser mantido em garrafa vários anos.