Paixão mundial, queijos e vinhos é uma harmonização deliciosa, cheia de aromas e sabores.

Hoje falarei sobre brie e camembert, dois queijos de “mofo branco”, referência a superfície branca aveludada que adquirem à medida que amadurece. O efeito é originado por um fungo chamado Penicillium Candidum, que protege a superfície do queijo de outros fungos.

Ao contrário de outros queijos, o Brie e o Camembert, também conhecidos como queijos semi-moles – à medida que envelhecem ficam mais suaves e saborosos, em vez de mais firmes e secos. Quando jovens podem ser bem sem graça, pálidos e quebradiços, mas com passar do tempo o miolo desenvolve uma textura mais cremosa e untuosa que as vezes traz um sabor marcante de cogumelo.

Tanto o Brie como o Camembert combinam muito bem com vinhos brancos de médio corpo e com boa acidez como é o caso dos vinhos brancos produzidos com a uva Chardonnay ou tintos leves como Pinot Noir, Gamay ou Tempranillo sem passagem por madeira.

Comments

comments