Segundo informa o colunista do jornal O Globo – Lauro Jardim, o deputado federal cassado Paulo Maluf (PP-SP), condenado por lavagem de dinheiro e cumprindo prisão domiciliar em São Paulo, colocou sua adega à venda.

Trata-se de “uma das mais célebres do Brasil e certamente amais bem fornida do mundo político”.

Era comum quem visitasse Maluf, seja político, empresário ou jornalista, sair com uma garrafa de presente.

“Maluf é tido como o maior colecionador de Romanée-Conti do Brasil. E das melhores safras, ou seja, as de 1961, 1966, 1971, 1978, 1985 e1990. Aliás, o mais caro dos vinhos oferecidos é uma garrafa magnum (de 1,5litro) do Romanée-Conti, safra 1971. Maluf pede por esse néctar da Borgonha US$66,8 mil, o equivalente a R$ 258 mil.”

De acordo com Jardim, são 862 garrafas das melhores safras dos grandes vinhos da Borgonha. Quem se interessar, vai pagar um total de US$3.889 milhões (cerca de R$ 15 milhões).

Alguém se habilita? Só não aceita cartão de crédito…rs

Comments

comments