O título de Enólogo do Ano 2017 saiu para um especialista em espumantes. Carlos Abarzúa, enólogo da Vinícola Geisse há mais de 30 anos, nasceu no Chile, mas veio para o Brasil na década de 1980. Ele recebeu o reconhecimento dos colegas de profissão e da Associação Brasileira de Enologia (ABE), que outorga o prêmio desde 2004, em evento que reuniu mais de 150 enólogos na noite desta sexta-feira, 27, no Salão de Eventos Malbec, no Dall’Onder Grande Hotel. O jantar de confraternização foi alusivo ao Dia do Enólogo e aos 41 anos da entidade, comemorados em 22 de outubro.

Abarzúa foi eleito pelos colegas de profissão que integram o quadro social da entidade. Ele é o 14º enólogo a conquistar a distinção conferida pela ABE, com o objetivo de enaltecer o profissional que, durante sua trajetória, soube conduzir seu trabalho, não só qualificando o vinho, mas aportando ao mundo do vinho algo a mais. Os 98 enólogos que votaram indicaram 40 nomes, mas foi o de Carlos Abarzúa que somou o maior número de indicações.

Como prêmio, o Enólogo do Ano 2017 ganhará uma viagem técnica com a finalidade de visitar uma feira do setor vitivinícola. O chileno veio para o Brasil na década de 1980 e atua há mais de 30 anos na Geisse. Com formação pelo Inacap de Santiago do Chile, já participou de mais de 20 congressos e seminários no Brasil e no exterior. Também é degustador em concursos internacionais no mundo inteiro, tendo participado em eventos no Brasil, Bulgária, Espanha, Eslovênia, Estados Unidos, Itália e Panamá.

Realizou diversos cursos de especialização na Argentina, Chile, Espanha, Estados Unidos, França e Portugal. O especialista em espumantes, foi presidente da ABE no biênio 2008-2009. “Carlos Abarzúa é um dos enólogos que conquistou posição de liderança no setor e merece nosso reconhecimento. A escolha expressa a vontade dos associados e nos deixa orgulhoso em saber que o Brasil pode contar com o profissionalismo de enólogos como o Abarzúa”, destaca o presidente da ABE, Edegar Scortegagna.

ENÓLOGOS HOMENAGEADOS

Enólogo do Ano 2004 – Antônio Czarnobay

Enólogo do Ano 2005 – Gilberto Pedrucci

Enólogo do Ano 2006 – Firmino Splendor

Enólogo do Ano 2007 – Adriano Miolo

Enólogo do Ano 2008 – Ismar Pasini

Enólogo do Ano 2009 – Nauro José Morbini

Enólogo do Ano 2010 – Lucindo Copat

Enólogo do Ano 2011 – Daniel Dalla Valle

Enólogo do Ano 2012 – Dirceu Scottá

Enólogo do Ano 2013 – Juliano Daniel Perin

Enólogo do Ano 2014 -  Delto Garibaldi

Enólogo do Ano 2015 – Christian Bernardi

Enólogo do Ano 2016 – Flávio Zílio

Enólogo do Ano 2017 – Carlos Abarzúa