E por falar em vinhos brasileiros, durante recente degustação com vários rótulos de países diferentes decidi colocar às cegas para confrades uma garrafa do Intrépido 2010, um Syrah brasileiro elaborado na Serra dos Pireneus, estado de Goiás, que ganhei do amigo Orestes de Andrade Jr. E não é que o danado me surpreendeu positivamente na taça!

A frente da vinícola Pireneus Vinhos e Vinhedos está o médico Marcelo de Souza, um amante da bebida. Natural de Goiânia decidiu em 2003 elaborar vinhos. Procurou durante dois anos no estado de Goiás o terroir adequado e encontrou a Serra dos Pireneus, 930 metros de altitude e com uma amplitude térmica excelente.

Quatro variedades são cultivadas em quatro hectares de vinhedos: Barbera, Syrah, Tempranillo e Sangiovese. O plantio das primeiras mudas foi realizado em 2005. Em 2008, foram elaboradas as primeiras garrafas experimentais. Mas a primeira safra comercial para os rótulos rótulos Intrépido e Bandeiras é a 2010.

O Intrépido é elaborado com 87% Syrah e 13% de Tempranillo, que passa por 11 meses em barricas novas de carvalho francês e americano. Foram produzidas 2.500 garrafas. Veja mais informações aqui.

Avaliação Pessoal: Intrépido Syrah 2010 | Brasil | Serra dos Pireneus | Goiás

O aroma demorou a aparecer, mas quando veio impressionou. Intenso, com muitas notas de pimenta fresca, ameixa e chocolate, mostrando boa tipicidade da casta. Percebia-se um pouco do álcool que estendeu no paladar, se mostrando um pouco rústico, mas sem prejudicar. Foi melhorando com tempo na taça, indicando a necessidade de ser decantado “aerar” com antecedência. Paladar encorpado, com muita fruta e bom frescor. Sem dúvida, uma grata surpresa. Deixou uma sensação gostosa, sem amargor. Deve evoluir bem nos próximos 2 anos. 14,5% de álcool | Nota: 88/100 | R$ 65,00

Siga-me -> Facebook |Instagram |Twitter|Linkedin|Rádio CBN