search engine optimizationsubmit websiteemail extractor

Archive for the ‘ Sem categoria ’ Category

No formato wine tasting, o Vitória Expovinhos este ano terá um espaço ainda mais amplo.

Entre os dias 28 e 29 de junho de 2017, Vitória (ES) sediará a 9ª edição do Salão Internacional de Vinho – Vitória ExpoVinhos. Consolidado como um dos mais importantes do Brasil, o evento trará mudanças estratégicas este ano. Nas principais novidades está a mudança de espaço: Em 2017, o Vitória ExpoVinhos, acontecerá na Arena Camburi, na Rodovia Norte Sul, em Jardim Camburi. Saindo de um espaço de 1.600 m² para 3.600m². Muito mais amplo, proporcionando um maior conforto aos participantes e com maior número de vagas de estacionamento.

O evento, realizado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Espírito Santo – Fecomércio-ES, reúne em um só espaço produtos de altíssima qualidade, para o conhecimento do consumidor final, com exposição, degustação de produtos, capacitação, lançamentos de produtos de todo mercado brasileiro e internacional, com mais de 1200 rótulos.

São tintos, brancos, rosés e espumantes protagonizando dois dias de programação para profissionais e apreciadores da bebida: além do formato “wine tasting”, o Vitória ExpoVinhos promove palestras e cursos, conduzidos por profissionais que são referência no mercado.

Durante o evento, também acontece o já consagrado TOP FIVE, onde são premiados os cinco melhores vinhos em seis categorias: Brancos do Novo e do Velho Mundo, Tintos do Novo e Velho Mundo, Espumante e Sobremesa. Os rótulos vitoriosos serão identificados durante a feira com um selo exclusivo do prêmio.

As inovações não param por aí, este ano o Vitória ExpoVinhos abre as portas para mais dois nichos especialmente atraentes. O de cervejas especiais – também conhecida como artesanal ou premium -, e de cachaças. Para tanto, terá estandes específicos para elas. O evento destaca que a enologia e a gastronomia são segmentos que andam juntos, por isso também abriu mais espaços para produtores exporem nesta área.

“Acreditamos que essas implementações contribuirão para que o Vitória ExpoVinhos se consolide, cada vez mais, como um dos principais eventos brasileiros do segmento e cumpra o seu compromisso com o mercado: divulgando o vinho, aproximando pessoas e potencializando a realização de negócios”, destaca José Lino Sepulcri, presidente da Fecomércio-ES.

A 9ª edição do Salão Internacional de Vinho – Vitória ExpoVinhos, organizado pela Rota Eventos, irá proporcionar aos empresários e empreendedores com foco neste mercado e também aos apreciadores do vinho de qualidade, oportunidades de novos conhecimentos e da realização de grandes negócios.

Serviço:

9ª edição do Salão Internacional de Vinho – Vitória ExpoVinhos

Data: 28 e 29 de junho de 2017

Local: Arena Camburi, na Rodovia Norte Sul, em Jardim Camburi

Hora: 18h às 23h

Realização: Fecomércio-ES

Organizadora: Rota Eventos

Inscrição: http://www.rotaeventos.com.br

Com o sucesso das primeiras edições pelo Brasil, este ano o evento Vinho & Sabores de Portugal chega à Vitória com os melhores produtos da enogastronomia portuguesa

No dia 10 de junho o Espírito Santo vai receber, pela primeira vez, os melhores produtores enogastronômicos portugueses. Isso porque, este ano, será na capital capixaba a sede da 5ª edição do evento Vinho & Sabores de Portugal, que promove um verdadeiro intercâmbio de cultura e comércio entre o Brasil e Portugal, com a presença de diversos fornecedores de vinhos, azeites e outras conhecidas iguarias lusitanas.

A feira será realizada no hotel Sheraton, na Praia do Canto, das 14 às 21 horas, e deve receber empresários interessados no setor, estudantes de gastronomia, apreciadores de vinhos e consumidores finais. O intuito é proporcionar novas oportunidades de negócios e parcerias, além de uma verdadeira comemoração de sabores e tradições, uma vez que 16 produtores apresentarão ao público cerca de 60 rótulos de vinhos de diferentes regiões de Portugal, além de azeites chouriços, queijos, patês, sardinhas e compotas.

“Vamos trazer o que melhor se produz em diversas regiões portuguesas. Ao adquirir o convite, o visitante poderá conhecer uma gastronomia típica e, ainda, muitas vezes bater um papo direto com o produtor, que vem especialmente para o evento”, afirma Beto Duarte, que organiza o evento no Brasil, em parceria com a Opal Publicidade, empresa portuguesa responsável pela vinda ao Brasil.

O primeiro lote do convite tem preço promocional, R$ 50, e pode ser adquirido online. Já o segundo lote tem o valor de R$ 70 e o terceiro, que será vendido no dia do evento, R$ 90. Assim que o convidado chegar, o ingresso é trocado por uma taça, que lhe dá direito a provar todos os vinhos expostos.

A escolha de Vitória para sediar o evento neste ano deve-se ao promissor mercado da gastronomia que, segundo pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), tem expansão anual em torno de 10%. “O capixaba conta com ótimas opções de restaurantes, com cardápios variados. E eles valorizam isso. O empresário tem que estar sempre se atualizando para manter seus clientes”, diz Duarte.

Entre os destaques em exposição está o vinho verde, um tipo que ainda não é muito comum na mesa dos capixabas, mas que agrada o paladar de quem experimenta. Trata-se de uma bebida produzida única e exclusivamente no noroeste de Portugal, com uma uva diferenciada que transmitem um paladar fresco e leve, ideal para o clima do Brasil.

Serviço:
Vinho & Sabores de Portugal
Quando: 10 de junho de 2017
Horário: Das 14 às 21 horas
Onde: Sheraton Hotel, localizado na Avenida Saturnino de Brito, 217, Praia do Canto, Vitória, Espírito Santo.
Mais informações: https://www.facebook.com/vinhoesaboresdeportugal/
Ingressos: R$ 50 antecipado, disponíveis no site https://foodpass.com.br/encontro-de-vinhos-vinhosesaboresvix

O Bairro República, em Vitória, tem uma loja com uma proposta diferente, voltada para vinhos e produtos importados. A Utilitá Gourmet está a cinco minutos do aeroporto e é o local ideal para você degustar um vinho ou comprar um presente antes de embarcar.

A adega tem mais de 250 rótulos de vinhos importados e nacionais, além de cervejas artesanais e petiscos para você levar ou até para consumir no local, que é amplo e ao mesmo tempo reservado. Um ótimo ambiente para uma reunião de trabalho e também para a sua confraria, que poderá, mediante reserva, utilizar a cozinha gourmet.

Além das bebidas, a casa também aposta em itens de decoração, utilidades domésticas e produtos de cuidados pessoais. Não dá para entrar e não comprar alguma coisinha para casa, além do vinho para aquele momento especial.

De extremo bom gosto, a proprietária Verônica Paes Barreto, escolhe peça a peça, buscando novidades pelo mundo para os consumidores capixabas, em especial para noivas mais exigentes com sua lista de presentes. Seu irmão e sócio, André Moura, é sommelier e fica por conta da adega, dando sugestões e orientações sobre vinhos aos clientes.

Mas se você é do tipo que só compra pela internet, a loja tem um site de compras muito bacana. Olha lá: www.utilitaimportados.com.br A entrega em toda a Grande Vitória é gratuita, acima de R$ 100,00.

A Utilitá Gourmet fica na avenida Rozendo Serapião de Souza Filho, número 80, Bairro República, Vitória. Telefone: 3025-2200. A loja abre de segunda a sexta, das 9h às 21h. Aos sábados, de 9h às 15h.

A convite de Vanderlei Martins (Diretor comercial do Supermercado Carone), estive (Blog Vivendo a Vida e Rádio Band News FM 90.1), no Wine Store Carone de Vila Velha para conhecer na taça os vinhos da Bodegas Faustino, que desde 1861 escreve sua história na Rioja, principal região vinícola da Espanha.

A Bodegas Faustino faz uma grande variedade de vinhos – espumantes, brancos, rosés e tintos, que são bem conhecidos por seus estilos únicos, bem como o uso de algarismos romanos em seus nomes.

Comecei os trabalhos com dois “Cava” como são chamados os espumantes produzidos em “toda” a Espanha. O método de produção utilizado é o mesmo da região de champanhe, com segunda fermentação na garrafa.

O primeiro que provei foi o Cava Faustino Rosado Brut (R$ 55), deliciosamente fresco, feito com a uva Garnacha, consegue ser delicado, com aromas bem agradáveis e boa presença no paladar. Boa pedida para acompanhar aperitivos ou paella. Já o Cava Faustino Extra-Brut (R$ 52), apresentou leves toques de pão torrado, frutas cítricas, maçãs e notas florais. Tudo bem delicado. Paladar fresco, porém mais persistente do que muitas opções na mesma faixa de preço. Recomendo para abrir uma refeição ou bebericar a longos goles com os amigos.

Seguindo para os vinhos tranquilos (sem bolhas) comecei provando um branco e um rosé. O Faustino VII Branco (R$ 50), 100% Viura, limpo e fresco (leve dulçor), com delicados aromas de flores e frutas. Um vinho de impressionante relação qualidade/preço, é uma ótima escolha como aperitivo ou mesmo para acompanhar peixes mais leves. O Faustino VII rosé (R$ 52), 100% Tempranillo, se mostrou mais sequinho, fresco e extremamente equilibrado, com aromas delicados de cerejas, framboesas e toques florais. Adorei!

Antes de falar dos tintos é legal entender que a uva principal é Tempranillo, uma das uvas mais populares, que cresce em toda parte, porém seu país de origem é a Espanha. Além disso, ao contrário do resto do mundo, Rioja usa um sistema de qualificação de seus vinhos tornando bastante fácil encontrar o que você gosta.

Então como são classificados os vinhos da Rioja? Uma das principais qualificações entre os diferentes estilos é o envelhecimento em carvalho. Muito basicamente: quanto mais tempo em carvalho, maior o nível de qualidade.

Essa classificação é fiscalizada pelo Conselho Regulador DOCa Rioja, no qual recebem um selo de garantia conforme seu estilo. Existem 4 diferentes estilos principais de vinho Rioja – Jovem, Crianza, Reserva e Gran Reserva. A melhor maneira de provar a escala seria provar todos os 4 ao lado do outro, gostou da idéia…rs.

Vamos aos tintos provados:

Faustino VII (R$ 50), 100% Tempranillo, 6 meses em carvalho americano, me pareceu bastante puro, aromas bastante frescos e frutados e um paladar delicado. Vinho bastante jovem e muito agradável. Não há necessidade de decantar este vinho é capaz de dar prazer imediato. Para beber maior volume…rs

Faustino Crianza (R$ 55), 100% Tempranillo, 15 meses em carvalho americano – mesmo com maior passagem em madeira a fruta ainda é quem dá as cartas. Tem acidez na medida, taninos suaves e bom final de boca. Foi perfeito com tábua de queijos e embutidos.

Faustino V Reserva (R$56) 375ml, Tempranillo e Mazuelo, 18 meses em carvalho americano – aqui a coisa ficou bastante séria, tem aromas de frutas vermelhas maduras, amora, violeta e ligeiro toque de baunilha. Médio de corpo, textura aveludada, um tinto de fácil de agradar, de valor excepcional. Precisa de respirar no decanter. O meu preferido!

Faustino I Gran Reserva 2004 (R$ 168), Tempranillo, Graciano e Mazuelo, 26 meses em carvalho americano mais 36 em garrafa ante de ir para o mercado. É um vinho emblemático, o mais exportado da Espanha. Precisa de respirar em decanter por, no mínimo, 1 hora antes de iniciar os trabalhos. Apesar da sua longa passagem por madeira, o vinho mantém aroma e sabores de fruta, vermelha principalmente. Um tinto delicioso já agora, mas que vai premiar os enófilos que acreditarem na sua evolução. Famoso vinho de guarda. Vai longe!

Harmonização – Principalmente queijos, carnes de cordeiro, porco e boi.

Para comemorar o mês das mães, o Shopping Praia da Costa realiza a partir de hoje, dia 6 até 14 de maio, o Encontro das Chefs 2017, que chega a sua terceira edição mantendo a proposta principal de valorizar a gastronomia feita por mulheres no Espírito Santo. O evento reunirá grandes nomes da gastronomia capixaba e conta ainda com uma programação para os pequenos.

Com a temática “Diversidade: a mãe da gastronomia brasileira”, o Encontro das Chefs deste ano vai abordar a pluralidade culinária do Brasil e reunirá 45 renomadas chefs capixabas, com 27 aulas show abertas ao público, três por dia, e cada uma terá como tema um Estado brasileiro e o Distrito Federal.

A aula de abertura será hoje, dia 06 de maio às 16h. Com o tema Ceará, as chefs e professoras da UVV, Giovana Moysés e Marcela Bourguignon, ensinarão as receitas de baião de dois tradicional e baião de dois com frutos do mar.

Outras chefs que estarão presentes no evento e o respectivo estado no qual irão se inspirar para a criação da receita são: Sylvia Lis e Alice Cardoso (Alagoas), Izabel Rosalém (Tocantins), Carmen Benezath e Vanete Arrigoni (Espírito Santo), Raissa Franzotti (Sergipe), Ana Paula Pereira e Giana Tonini (Rondônia), Luiza Daher e Rafa Cisne (Amapá), Carla Coutinho (Pernambuco), Flavia Gama (Roraima), Kamila Zamprogno e Thays Botelho (Minas Gerais), Cleuza Costa e Mariana Salim (Paraná), Carol Cicone e Julia Faria (Rio Grande do Sul), Regina Maris (Paraíba), Cecília Cunha (Piauí), Júlia Torres e Paty Pinho (São Paulo), Isaura Caliari e Malu Girelli (Goiás), Fernanda Cassa e Harley Kilppel (Acre), Fernanda Cassa, Harley Kilppel, Isaura Caliari e Malu Girelli (Santa Catarina), Cynthia Amorim e Luiza Sampaio (Bahia), Anna Arreguy e Helena Schimdt (Pará), Ana Paula Suter e Chris Badke (Rio de Janeiro), Ana Flavia Trindade e Leticia Leite (Maranhão), Alessandra Alcure e Cinthia Paixão (Rio Grande do Norte), Evelize Fraga e Luana Evelyn (Amazonas), Claudia Marriel (Mato Grosso do Sul), Arlete Nunes e Barbara Ramos (Distrito Federal) e Claudinha Ramos e Deborah Sampaio (Mato Grosso).

Arena Kids

Este ano o Encontro das Chefs expandiu sua programação infantil. Durante os nove dias de evento a Arena Kids terá aulas dedicadas aos pequenos. As crianças poderão iniciar ou aprimorar seus conhecimentos culinários com aulas oferecidas diariamente pelo Instituto Gastronômico das Américas (IGA).

Vila Gastronômica

Assim como nos anos anteriores, uma Vila Gastronômica será instalada na Praça de Alimentação com oito estandes que irão comercializar pratos doces e salgados.

III Encontro das Chefs

Local: Shopping Praia da Costa (Vila Velha/ES) _ Praça de Alimentação

Data: 06 a 14 de maio

Horário: Segunda a sábado, das 16h às 22h. Domingo, das 14h às 20h.

Entrada gratuita.

Um dos mais famosos vinhos portugueses e do mundo, o Barca Velha, está reescrevendo sua história. O grupo Sogrape, detentora da marca, acaba de declarar legitimo o rótulo de 1955, reconhecendo então que existem atualmente 19 safras desse mítico vinho. Nesse contexto são elas –  1952, 1953, 1954, 1955, 1957, 1964, 1965, 1966, 1978, 1981, 1982, 1983, 1985, 1991, 1995, 1999, 2000, 2004 e 2008.

Em nota oficial (foto acima) a empresa afirma que depois de uma minuciosa pesquisa, no qual foram analisados mais de 30 mil documentos, foi possivel reconhecer que o enólogo da época, Fernando Nicolau de Almeida, vendeu uma quantidade muito limitada de garrafas do Barca Velha 1955. Ainda não foi possivel apurar as razões pela qual essa edição não foi de forma ampla ao mercado.

Porém, a nota não cita o empresário Tiago Paulo, da Garrafeira Estado D’Alma, que ao comprar uma garrafa desta safra, insistentemente, desde 13 de janeiro de 2014, solicitou apuração da Sogrape sobre esta safra misteriosa. Hoje a garrafa é ofertada por 2.995,oo euros na sua loja.  Relembre a história aqui – http://expresso.sapo.pt/sociedade/2016-05-29-O-misterio-da-garrafa

Em 64 anos de história apenas 18 colheitas foram declaradas Barca-Velha. A última safra, 2008, acaba de receber a distinção máxima de 100 pontos pela prestigiada revista Wine Enthusiast. Segundo o comunicado de imprensa, o vinho da Casa Ferreirinha é o “primeiro vinho português não fortificado a atingir a pontuação máxima numa publicação norte-americana de referência”.

O “Guia Descorchados 2017“, mais completo e respeitado anuário sobre vinhos da América do Sul foi lançado no dia 11 de abril, em São Paulo. Nesta 19ª edição estão produtores chilenos, argentinos, uruguaios e brasileiros.

Foram avaliados pelo menos 2.500 vinhos, trabalho que resultou em mais de 1.000 páginas sobre as principais vinícolas da região e seus vinhos. Além de apresentações de vinícolas e regiões produtoras, o livro tem referência de notas de degustações e harmonizações sobre diversos vinhos.

Não canso de repetir que o espumante nacional está consagrado, uma das grandes descobertas do mundo. Os produtores estão investindo cada vez mais, produzindo espumantes fáceis de agradar, geralmente com bastante fruta e uma acidez que limpa e refresca o paladar.

Os melhores espumantes brasileiros

93 pontos: Cave Geisse Terroir Nature 2011 (R$ 165 )

92: La Belle Blanche Brut Rosé (R$ 129,90)

92: Estrelas do Brasil Brut Rosé (R$ 60)

92: Valduga 130 Brut Blanc de Noir 2013 (R$ 130)

92: Casa Valduga Gran Nature 60 Meses 2011 (R$ 150)

92: Estrelas do Brasil Nature ISV12010

92: Cave Geisse Blanc de Blancs 2013 (R$ 105)

92: Hermann Lírica Crua (R$ 76,40)

92: Pizzato Vertigo Nature 2014 (R$ 165)

92: Pizzato Nature 2013

92: Vallontano LH Zanini Extra Brut 2012 (R$ 99,50)

92: X Decima .Yoo Brut Nature Edição Especial 2013

92: X Decima Nature Tradicional 2012

92: X Decima .Yoo Brut Rosé Ed. Especial 2014

92: Domno do Brasil Ponto Nero Moscatel Espumante (R$ 49,50)

O “Guia Descorchados 2017“, mais completo e respeitado anuário sobre vinhos da América do Sul foi lançado no dia 11 de abril, em São Paulo. Nesta 19ª edição estão produtores chilenos, argentinos, uruguaios e brasileiros.

Foram avaliados pelo menos 2.500 vinhos, trabalho que resultou em mais de 1.000 páginas sobre as principais vinícolas da região e seus vinhos. Além de apresentações de vinícolas e regiões produtoras, o livro tem referência de notas de degustações e harmonizações sobre diversos vinhos.

Desde a minha última viagem a Mendoza e demais regiões, venho verificando na taça a mudança de estilo dos tintos argentinos, muito criticados por serem doces, pesados e cansativos. Várias vinícolas preocupadas com as críticas estão se reinventando, utilizando novas técnicas de vinificação, buscando novos terroirs e reencontrando uvas nativas, como a Criolla. O resultado são vinhos com mais acidez, frescor e uma fruta mais limpa. Apesar da Malbec ser a mais importante, destaco a Cabernet Franc a grande sensação do momento, provem!

Os melhores tintos argentinos

99 pontos: Gen del Alma Seminare Malbec 2015 – O vinho mais pontuado da história do guia.

98: Trapiche Terroir Series Ambrosia Malbec 2013

98: Zorzal Wines Piantao Cabernet Franc 2013

98: Catena Zapata Adrianna Vineyard Mundus Bacillus Terrae Malbec 2013

98: Carmelo Patti Malbec 2013

97: Grand Enemigo S. Vineyard Gualtallary Cabernet Franc 2013

97: Cadus Wines Appellation Gualtallary Malbec 2014

97: Superuco Calcáreo Río de los Chacayes Malbec 2015

97: Zuccardi Finca Piedra Infinita Malbec 2013

97: Achával Ferrer Finca Altamira Malbec 2014

97: Carmelo Patti Cabernet Franc 2013

97: Noemia j. Alberto Malbec 2015 (R$ 237,59 na Vinci)

97: Bodega Teho Corte Malbec C. Sauvignon P. Verdot Tempranillo Syrah 2014

97: Matervini Piedras Viejas Malbec 2014

O “Guia Descorchados 2017“, mais completo e respeitado anuário sobre vinhos da América do Sul foi lançado no dia 11 de abril, em São Paulo. Nesta 19ª edição estão produtores chilenos, argentinos, uruguaios e brasileiros.

Foram avaliados pelo menos 2.500 vinhos, trabalho que resultou em mais de 1.000 páginas sobre as principais vinícolas da região e seus vinhos. Além de apresentações de vinícolas e regiões produtoras, o livro tem referência de notas de degustações e harmonizações sobre diversos vinhos.

Estive rodando a taça pelo evento e dentro dos países participantes o que mais me surpreendeu foi o Uruguai, sempre lembrado pelo seu Tannat duro, tânico e sem frescor, apresentou vinhos com destaque para a fruta fresca e acidez nunca vista. A fórmula encontrada foi a utilização, em muito casos, da maceração carbônica, uma técnica de vinificação onde a fermentação ocorre com os cachos das uvas inteiras, muito utilizada na região de Beaujolais, França. Outro bom resultado vem com a casta branca Albariño cultivadas na região costeira, que já mostra excelente qualidade, porém com pouca oferta.

Os melhores tintos uruguaios

95 pontos: Bodegas Carrau Amat Tannat 2011 (R$ 233 na Zahil)

94: Bodega Alto de la Ballena Cetus Syrah 2013 (R$ 523,66 na Vinhos Mundi)

94: Bodega Bouza B6 parcela Única Tannat 2015 (R$ 334,40 na Decanter)

94: Familia Deicas Domaine Castelar Tannat 2015

94: Familia Deicas Cru D’Exception Malbec 2013

94: Familia Deicas Tannat 2015

94: Familia Deicas Massimo Deicas Tannat 2013

94: Pizzorno Family Estates Exclusive Tannat 2015

94: Pizzorno Family Estates Primo

94: Pizzorno Family Estates Primo Tannat Malbec Merlot Petit Verdot 2013

94: Viñedo de los Vientos Eolo Tannat Ruby Cabernet 2012

92: Viñedo de los Vientos Anarkia Tannat 2016 – Top