A Autoridade de Segurança Econômica e Alimentar de Portugal anunciou a apreensão de mil e setecentas garrafas de vinho falsificado. É a maior apreensão em Portugal de garrafas da marca Pera Manca, um dos vinhos mais conceituados do país. As garrafas teriam como principal destino o mercado de vendas on-line e seriam distribuídas a nível mundial. Cada garrafa custa 100 euros, mas as da safra 2010 podem chegar aos 350 euros. O negócio renderia aos falsificadores cerca de 500 mil euros. Se liga aí meu povo…

Assista ao vídeo – aqui

Comments

comments