search engine optimizationsubmit websiteemail extractor

97 espumantes premiados, 97 Medalhas de Ouro. O alto padrão dos espumantes brasileiros mais uma vez foi revelado na principal degustação às cegas do produto no país. O X Concurso do Espumante Brasileiro, promovido pela Associação Brasileira de Enologia (ABE), é o maior da história com 308 amostras de 80 vinícolas. Desta vez, todos os classificados entre os 30% em cada categoria, conforme normas internacionais, alcançaram pontuação correspondente a Medalha de Ouro, ou seja, de 88 a 91 pontos.

“Depois de 10 anos com um crescimento quase exponencial em número de amostras, atingimos um recorde, superamos as 300 amostras, o que demonstra a importância do espumante para o Brasil e nos coloca com responsabilidade para produzirmos sempre com mais qualidade, safra após safra”, destaca o presidente da ABE, Edegar Scortegagna. O enólogo disse que é preciso refletir e, cada vez mais, buscar qualidade. “O espumante brasileiro atingiu um alto nível, onde não podemos nos permitir cometer erros. Devemos manter o alto padrão de qualidade reconhecido mundo afora. E para isso, precisamos buscar matéria prima correta e modernizar nossas vinícolas, pois hoje podemos afirmar, sem medo, que o espumante brasileiro está entre os melhores do mundo”, enfatiza.

O editor do Blog Vivendo a Vida, Silvestre Tavares, foi um dos jurados.

Considerado a principal janela para o mundo dos espumantes brasileiros, o X Concurso do Espumante Brasileiro reuniu um júri formado por 53 profissionais entre enólogos, sommeliers e jornalistas especializados. As degustações aconteceram nos dias 18 e 19 de outubro, na Câmara da Indústria e Comércio de Garibaldi (CIC), integrando a programação da Fenachamp 2017. A divulgação dos resultados e entrega das medalhas ocorreu em coquetel realizado na noite do dia 20 de outubro no CTG Sentinela da Serra, no Parque da Fenachamp, em Garibaldi (RS).

Participaram espumantes elaborados por vinícolas de sete estados brasileiros, sendo eles: Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, numa demonstração da diversidade da produção nacional. Os espumantes foram degustados às cegas, seguindo normas internacionais, dentro de suas categorias: espumantes de segunda fermentação (charmat e tradicional) e espumantes de primeira fermentação (moscatéis). O concurso seguiu as normas da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) e da União Internacional de Enólogos (UIOE).

Lista completa em PDF do Concurso do Espumante Brasileiro 2017

https://pt.scribd.com/document/362169410/Premiados-no-Concurso-Brasileiro-do-Espumante

PRÊMIO DESTAQUE CLEBER ANDRADE

O 10º Concurso do Espumante Brasileiro seguiu o formato da edição anterior, prevendo uma distinção especial concedida a espumantes que se sobressaírem em suas categorias. O objetivo é exaltar ainda mais a produção nacional. Este ano, o prêmio carrega o nome de Cleber Andrade, uma homenagem que a ABE presta ao ex-presidente e um dos enólogos mais marcantes que o Brasil já teve.

O Destaque Cleber Andrade foi entregue a seis espumantes, um em cada categoria. Para isso, ao final do concurso, foi realizada uma degustação de preferência entre os produtos que conquistaram Medalha de Ouro e melhores medianas, a fim de destacar a preferência dos jurados.

DESTAQUES

Destaque Cleber Andrade – Categoria Espumante Brut elaborado pelo método charmat

Ponto Nero Espumante Brut – Domno do Brasil Indústria e Comércio de Bebidas

Destaque Cleber Andrade – Categoria Espumante Brut elaborado pelo método tradicional

Monte Paschoal Dedicato Espumante Champenoise Brut

Basso Vinhos e Espumantes

Destaque Cleber Andrade – Categoria Espumante Brut Rosé

Cave Amadeu Espumante Brut Rosé – Vinícola Geisse

Destaque Cleber Andrade – Categoria Espumante Nature e Extra-Brut

Don Guerino Cuvée Espumante Extra Brut – Don Guerino Vinhos Finos

Destaque Cleber Andrade – Categoria Espumante Moscatel

Monte Paschoal Dedicato Espumante Moscatel Rosé

Basso Vinhos e Espumantes

Destaque Cleber Andrade – Categoria Espumante Demi-Sec

Conde de Foucauld Espumante Demi-Sec Branco

Cooperativa Vinícola Aurora

Na ultima terça-feira, 17, uma comitiva de Bento Gonçalves, Monte Belo do Sul e Garibaldi esteve reunida, em Brasília, com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Durante o encontro foi apresentado o projeto para criação da Zona Franca de Vinhos, no Vale dos Vinhedos. Os Prefeitos Guilherme Pasin, de Garibaldi, Antônio Cettolin, de Monte Belo do Sul, Adenir Dallé, o Vereador Eduardo Viríssimo e a diretora da APROVALE, Deborah Villas Boas estiveram presentes. Além disso, os Deputados Federais João Derly (REDE) que articula junto aos Ministério a viabilidade do projeto, e Luiz Carlos Heinze (PP) acompanharam o grupo.

Conforme o Prefeito de Bento Gonçalves foram discutidas ações para viabilizar a implementação da Zona Franca. “Esse é mais um passo para concretização de um importante projeto, que reforçará ainda mais o turismo, o crescimento de investimentos e a geração de empregos na região do Vale dos Vinhedos. Com a diminuição da carga tributária, aumentaremos a venda do produto, movimentando o setor”, destaca. Atualmente 54,73% do valor de uma garrafa de vinho é em impostos. A proposta inicial prevê uma validade de 12 anos após sua aprovação.

O Presidente da Câmara aprova a concretização do projeto, e sinalizou a vontade de conhecer o Vale dos Vinhedos.

Idealizado por empreendedores do distrito, encampado pela Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale), o pleito foi apresentado nesta quarta-feira, 18, na audiência pública com o tema “Demandas, entraves e possibilidades de desenvolvimento do Enoturismo no Brasil” na Comissão do Turismo.

Amigos, estou em Garibaldi, a Capital Brasileira do Espumante, para participar como jurado do X Concurso do Espumante Brasileiro, que avaliará 308 espumantes de 80 vinícolas, entre hoje e amanhã. Esta é a maior edição da trajetória do evento, que registra um aumento de 16% no número de rótulos inscritos. A promoção é da Associação Brasileira de Enologia (ABE), que reunirá mais de 50 profissionais entre enólogos, sommeliers e jornalistas especializados, para degustar as amostras.

Participam espumantes elaborados por vinícolas de sete estados brasileiros, sendo eles: Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, numa demonstração da diversidade da produção nacional. Os espumantes serão degustados às cegas, seguindo normas internacionais, dentro de suas categorias: espumantes de segunda fermentação (charmat e tradicional) e espumantes de primeira fermentação (moscatéis). O concurso segue as normas da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) e da União Internacional de Enólogos (UIOE). As degustações serão realizadas na Câmara da Indústria e Comércio de Garibaldi (CIC). O concurso integra a programação da Fenachamp 2017.

Para o presidente da ABE, enólogo Edegar Scortegagna, está é uma grande oportunidade para as vinícolas colocarem na vitrine a qualidade de seus espumantes. “O Concurso do Espumante Brasileiro evidencia a excelência dos espumantes brasileiros, enaltecendo todo o setor, sendo uma importante ferramenta de marketing e de venda para as empresas”, destaca. O resultado será compartilhado com o mundo, configurando-se como um excelente parâmetro para o mercado consumidor tanto interno quanto externo. “Este concurso evidencia a expertise e vocação do Brasil na elaboração de um produto que hoje é reconhecido internacionalmente como um dos mais expressivos do mundo”, complementa Scortegagna.

Serão premiados com Grande Medalha de Ouro, Medalha de Ouro, Medalha de Prata e Medalha de Bronze os espumantes melhores classificados por categoria, respeitando o limite de 30% dos inscritos. A divulgação dos resultados e entrega das medalhas ocorrerá em coquetel realizado na noite do dia 20 de outubro no CTG Sentinela da Serra, no Parque da Fenachamp.

PRÊMIO DESTAQUE

O 10º Concurso do Espumante Brasileiro segue o formato da edição anterior, prevendo uma distinção especial concedida a espumantes que se sobressaírem em suas categorias. Será realizada uma degustação de preferência entre os produtos que conquistarem Medalha de Ouro e melhores medianas, a fim de destacar o que tiver maior preferência dos jurados.

2011 LS Cabernet Sauvignon Reserve

O mundo do vinho anda meio restrito, com poucas novidades e muita gente chata. Mas de vez em quando tenho a oportunidade de provar bons vinhos, com personalidade própria, como o 2011 LS Cabernet Sauvignon Reserve, produzido pela Lovico, vinícola localizada na região de Suhindol, no norte da Bulgária, país que já produzia vinhos sob o regime comunista, mas agora respira novos ares.

A linha LS é elaborada com uvas colhidas a mão e cuidadosamente selecionadas dos dois melhores vinhedos da empresa, Alchaka e Star Dimcha e passou 2 anos em barricas francesas antes de ser engarrafado. É um vinho de edição limitada, foram produzidas apenas 2600 garrafas.

Na taça mostrou aromas agradáveis de cerejas, muito fresco e macio no paladar. Madeira muito bem trabalhada. Acompanha bem pratos descomplicados, como carnes grelhadas, pizzas, queijos de média maturação e hambúrgueres.

Avaliação pessoal: (ST-Silvestre Tavares) 88 pontos – Onde encontrar:  www.winelands.com.br – R$ 118,00

Desde 2011, a Chandon colore a estação mais esperada do ano com suas taças. Lançadas em diversas cores, viraram febre e tornaram-se referência para o mercado. Para essa temporada, a marca mais uma vez mostra-se pioneira e apresenta, junto com a Campanha de Verão, seu modelo de taça que vira copo, totalmente único e exclusivo, que, além do design proprietário, inova e descomplica o consumo do espumante.

Coloridas e vibrantes, as novas taças da Chandon são superversáteis e permitem celebrar o #VeraoChandon do seu jeito! São perfeitas para esse momento leve, suave e alegre do ano, onde o que importa é ter liberdade para comemorar da forma que preferir! As taças/copo da Chandon são perfeitas para todas as celebrações do Verão, do brinde do réveillon ao drink descontraído na beira da piscina, adicionando um toque chic, cool e bem brasileiro.

As novas taças da Chandon apresentam 5 cores diferentes que poderão ser encontradas nos packs Chandon Colors Collection (com 2 combinações de cores – roxo e amarelo, verde e rosa) e no pack Chandon Passion on Ice, que estarão à venda em lojas especializadas por todo o país. Os consumidores também poderão adquiri-las em alguns dos melhores clubes de praia, bares e restaurantes das principais cidades e do litoral brasileiro e a partir de 18 de dezembro, aqueles que consumirem 1 garrafa de Chandon, em alguns desses hotspots de verão, serão presenteados com 2 taças para levar para casa

Os novos packs Chandon podem ser encontrados nas principais delicatessens e empórios de todo o Brasil, enquanto durarem os estoques.

Chandon Brut Colors Collection com 2 taças exclusivas: preço sugerido R$ 125,00

Chandon Passion On Ice com 2 taças exclusivas: preço sugerido R$ 136,00

www.chandon.com.br/verao

Com o objetivo de valorizar os produtores responsáveis por ingredientes que ressaltam o sabor dos pratos, como ervas, especiarias e sementes, o ES Restaurante Week traz os “Temperos do Quintal” como tema da sua próxima edição, que acontece até dia 08 de outubro.

O objetivo é desafiar os chefs a criarem pratos com produtos culturalmente conhecidos do nosso paladar com insumos que são a cara da agricultura do Brasil, além de despertar a atenção para a cadeia de produção da agricultura familiar do País, já que, por vezes, ​os insumos utilizados nos melhores restaurantes do país têm origem na produção familiar.

O festival terá a participação de 32 restaurantes com entrada, prato principal e sobremesa a preços fixos de R$ 41,90 no almoço e R$ 54,90 no jantar. Ao todo, são 158 combinações de menus para o almoço e 352 combinações para o jantar.

Em média, os estabelecimentos participantes ofertam duas opções de entrada, prato principal e sobremesa para que o cliente escolha o que mais lhe agrada, mas o Bendito Bistrô traz em para seu cardápio do Restaurant Week seis opções de entrada, seis opções de pratos principais e três opções sobremesas, que coordenadas podem render até 108 combinações diferentes.

Culinária italiana em destaque

A culinária italiana é a especialidade de oito restaurantes que estão participando desta edição do ES Restaurant Week, por isso bruschettas, massas e risotos têm lugar garantido em diversos menus. Entre os destaques estão o ravióli de polenta ao ragu de linguiça calabresa do Spaghetti & Cia de Vila Velha; o filé mignon suíno com risoto de abacaxi do Piu Especiarias e o Spaghetti ai ragu di mare (clássica massa italiana com camarões, mexilhão, cubos de peixe branco e lula) da Preferito Forneria.

Há espaço também para a pizza, representada pelo restaurante Salsa Pizza de Jardim Camburi, As opções oferecidas durante o festival são a Mattinata (molho de tomate, muçarela, muçarela 100% de búfala, tomate seco, alho torrado e manjericão) e a Che Fai (molho de tomate, muçarela, calabresa, Catupiry e pimenta calabresa).

Vegetariano

Quem não come carne também pode curtir a ES Restaurante Week, já que alguns restaurantes preparam receitas especiais pensando nos vegetarianos, como o risoto de funghi aos três cogumelos do Aldeia da Ilha Choperia e Restaurante; o mix de cogumelos frescos grelhados na cama de batatas ao murro, creme de grão de bico, azeitonas pretas, tomates cereja, marmelada de cebolas ao vinho tinto e chips de alho do Bendito Bistrô e o raviolli artesanal de tomate seco, muçarela e muçarela de búfala ao molho sugo da Cantina d’Itália.

Sobremesas chamam a atenção

Momento mais esperado por muitos, a sobremesa fecha com chave de ouro as refeições e há opções para todos os gostos com combinações surpreendentes. O Della Bistrô preparou uma cocada de forno com abacaxi e capim santo; o Enseada Restaurante Mediterrâneo oferece uma delícia de milho com creme de amendoim e o Salsa da Praia terá cocada mole com sorvete de baunilha. Já as formiguinhas de plantão não vão conseguir resistir à torre de churros com sorvete do Eller Restaurante Brasa & Sabor e ao Vulcano (mini bolo lava de ninho com Nutella) da Preferito Forneria.

Ação social

A cada edição a Restaurant Week promove uma campanha social durante o evento. Com o acréscimo de R$ 1 no valor do menu escolhido, o cliente colabora com uma instituição da Grande Vitória. Na 15ª ES Restaurant Week a arrecadação será doada ao Instituto Manguerê, em Vitória.

Promoção

Patrocinador do evento, o Banestes oferece alguns benefícios durante a ES Restaurant Week. Os clientes que pagarem os menus Week com Cartão Banescard concorrem a um final de semana gastronômico em Pedra Azul.

Curiosidades

- Os restaurantes Bistrô Empada da Caixinha, Dom Alfredo, Romero Carniceria e Venitutti fazem sua estreia na ES Restaurant Week;

- Com 32 restaurantes participando, a 15ª edição da ES Restaurant Week tem 18 casas que participam com menus de almoço e 29 casas com menus de jantar. Ao todo, são 47 opções de menus completos com entrada, prato principal e sobremesa. Ao todo são 510 combinações entre almoço e jantar.

- Dois restaurantes participam do evento com todas as suas unidades: o Argento Parrilla que tem casas localizadas na Praia da Costa, Shopping Vitória e Shopping Vila Velha e o Spaghetti & Cia com suas unidades de Vitória e Vila Velha.

- O Splêndido Espaço Gourmet é o único restaurante fora da Grande Vitória participando do festival. O estabelecimento está localizado em São Mateus.

Vinícolas têm até 29 de setembro para entregar as garrafas na sede da Associação Brasileira de Enologia

A maior vitrine do espumante brasileiro começa a receber inscrições para sua 10ª edição. As vinícolas de todo o Brasil já podem inscrever amostras de espumantes no X Concurso do Espumante Brasileiro, realizado pela Associação Brasileira de Enologia (ABE) no período de 18 a 20 de outubro, integrando a programação da Fenachamp 2017, que acontece na Capital Brasileira do Espumante, em Garibaldi (RS).

As inscrições podem ser feitas mediante preenchimento de ficha online por meio do link de acesso www.enologia.org.br/concurso-do-espumante-brasileiro/ e com pagamento da taxa de inscrição. O prazo para as vinícolas entregarem as amostras encerra dia 29 de setembro. Para o presidente da ABE, enólogo Edegar Scortegagna, esta é uma grande oportunidade de promoção da bebida. “Durante dois dias, um júri formado por enólogos, sommeliers e jornalistas especializados degustará na taça o desempenho do espumante brasileiro. O resultado será compartilhado com o mundo”, destaca. Scortegagna também chama a atenção para o destaque que os espumantes premiados vêm ganhando a cada edição do concurso, configurando-se como um excelente parâmetro para o mercado consumidor tanto interno quanto externo.

Poderão participar espumantes naturais, provenientes de uvas vitis viníferas, obtidos a partir dos diferentes métodos, que estejam sendo comercializados normalmente pelas empresas. Os espumantes serão degustados às cegas, seguindo normas internacionais, dentro de suas categorias: espumantes de segunda fermentação (charmat e tradicional) e espumantes de primeira fermentação (moscatéis). O concurso segue as normas da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) e da União Internacional de Enólogos (UIOE). As degustações serão realizadas na Câmara da Indústria e Comércio de Garibaldi (CIC). A expectativa é que esta 10ª edição supere a adesão de 2015, quando foram registradas 264 amostras de 70 vinícolas de 10 regiões produtoras do Brasil.

Serão premiados com Grande Medalha de Ouro, Medalha de Ouro, Medalha de Prata e Medalha de Bronze os espumantes melhores classificados por categoria, respeitando o limite de 30% dos inscritos.

A divulgação dos resultados e entrega das medalhas ocorrerá em coquetel realizado na noite do dia 20 de outubro no CTG Sentinela da Serra, no Parque da Fenachamp.

PRÊMIO DESTAQUE

O 10º Concurso do Espumante Brasileiro segue o formato da edição anterior, prevendo uma distinção especial concedida a espumantes que se sobressaírem em suas categorias. Será realizada uma degustação de preferência entre os produtos que conquistarem Medalha de Ouro e melhores medianas, a fim de destacar o que tiver maior preferência dos jurados.

Com o intuito de difundir vinhos de renome, produzidos em terras da Sicília; o terroir dos tintos Cerasuolo di Vittoria DOCG , Nero D’Avola, Grillo e outros, a Câmara Ítalo-Brasileira, promove no próximo dia 4 de outubro 2017, no Circulo Italiano – Edifício Itália -, um evento de degustação de quatro grandes vinícolas da Região siciliana voltado para profissionais do setor.  São vinícolas com estrutura e gestão familiares de séculos de tradição, reconhecidas e premiadas pela qualidade de seus vinhos.

A ilha da Sicília, região muito conhecida pelos seus ótimos vinhos, tem ampla gama de uvas autóctones, originais da ilha. Para conhecer melhor essas uvas, foram convidadas para esse evento especial as vinícolas: Patrì Wines – www.vinipatri.it; Tenuta Donardo - www.tenutadonardo.it; Gazzerosse Soc. Agr. - www.gazzerosse.it e Azienda Agricola Berlingeri s.s. - www.aziendaagricolaberlingeri.it/ (todas sem importador no Brasil). Será uma ampla degustação com alguns dos mais importantes rótulos de cada vinícola, para importadores e formadores de opinião.

Serviço:

Degustação de vinhos da Região da Sicília

Data: 04/10/2017

Local: Circulo Italiano – Edifício Itália

Endereço: Avenida Ipiranga 344, 1º andar – Centro

Horário: 18h00 às 20hs30

Estacionamento no local

Tel: (11) 5083 0703/ 9 81394814

Responsável: Nadia Fossa

Nadia.fossa@italcam.com.br

Gewürztraminer é certamente a uva branca que mais divide opiniões. Seu perfume exótico e ataque geralmente doce é o fator da polêmica. Eu particularmente adoro, principalmente os elaborados na Alsacia, França. A região é o maior produtor mundial de casta e você pode encontrar vários vinhos excelentes. São mais complexos e elegantes.

Recentemente tive a oportunidade de provar um alsaciano elaborado pelo Domaine Paul Blanck, que fica localizado entre as latitudes 47,5 e 49 possuindo um período de amadurecimento longo e frio. As montanhas “Vosges”, que correm no sentido Norte-Sul, protegem a região dos ventos e das chuvas. A pluviosidade é uma das mais baixas da França: 500mm. Vinhas com 20 anos de idade, manejadas organicamente.

Na taça o Paul Blanck Alsace Gewurztraminer 2010 mostrou seu lado mais doce, extremamente aromático, com notas de lichia, rosas, mel, damasco, especiarias e muito mais. O paladar grosso de textura, rico e corajoso, foi casamento perfeito com três temidos queijos de casca lavada – Taleggio, Pont L’Évêque e Reblochon. Caminhando nas nuvens. Super recomendo.

Avaliação Pessoal (ST-Silvestre Tavares) 93 pontos

Onde encontrar > http://www.utilitaimportados.com.br/

Preço: R$ 245

Cada país/região produz um estilo diferente de Sauvignon Blanc. Em Marlborough na Nova Zelândia são intensos, frescos e aromáticos (maracujá gritando), como esse fantástico Brancott Estate Sauvignon Blanc encontrado na www.utilitaimportados.com.br, que provei com queijo de cabra. Harmonização clássica e deliciosa!

Avaliação pessoal (ST – Silvestre Tavares) 93 pontos

R$ 139,00